PITACOS #67 – Repercussão do ‘tá foda’, transmissão ao vivo e CEI que acabará em pizza, ou melhor em salgadinhos!

(Atualizado em: 13 de abril de 2017)

Tá fod*!
Na semana passada, mais especificamente na segunda (3), a munícipe Carolina Oliveira, indignada com a péssima situação da saúde pública em nosso município, soltou um “tá foda”, durante da Tribuna Livre na Câmara de Vereadores de Penápolis. A pequena frase nunca teve a intenção de agredir ou ser desrespeitoso com qualquer um dos vereadores. Pelo contrário, a frase resume, com toda certeza, a insatisfação de muitos outros cidadãos que necessitam usar o Sistema Único de Saúde.

Demasiado
Alguns vereadores se doeram com a expressão da Carolina. Principalmente o vereador Bruno Marcos (PSD) que demasiadamente usou da fala da munícipe como uma afronta a ele e as ‘pessoas de bem’, pedindo inclusive perdão para as pessoas por ter o palavrão adentrando nos lares. Nas considerações finais ainda pediu uma triagem mais rigorosa das pessoas que vão usar da tribuna (que é livre), afinal iam segundo ele – pessoas embriagadas e manipuladas por mentes maquiavélica que quer jogar os vereadores contra o povo. E mandou: “Quando recebo um convite sabe como está escrito? Ilustríssimo. Não é vagabundo ou mercenário”. Minha opinião de tudo isso? Tá foda viu!

Tribuna, livre?
Diante de tanta repercussão, os vereadores resolveram contra-atacar. Nesta semana, coube o presidente em exercício, Evandro Tervedo de Novaes (DEM) o anúncio que eles vão usar os artigos do regimento interno da Câmara de Vereadores para indeferir, advertir ou retirar a palavra dos munícipes que usar palavras de ‘baixo calão’ ou até se referir a alguns dos vereadores. Quem não lembra, há quatro anos, o vereador Tiquinho (PSDB) ao se pronunciar deixou ‘escapar’ um “Companheiro é companheiro, FDP é FDP”? Bom, como eles gostam de dizer: Se o pau bate em Chico, tem de bater em Francisco. Não pode haver dois pesos e duas medidas, afinal, a corda sempre arrebentará para o lado mais fraco – o cidadão, pagador de impostos.

Comunicação
Não é de hoje que venho falando sobre o poder da comunicação e como ela pode ser uma aliada inclusive em políticas públicas. Há alguns anos vem se criando ferramentas capazes de se transmitir ao vivo de qualquer lugar do mundo, bastando ter uma simples internet. Vide as transmissões do Mídia Ninja (Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação), que de dentro das manifestações de 2013 trouxeram informações nua e crua, contradizendo notícias inverídicas dos grandes meios de comunicação.

Comunicação II
No dia da audiência pública sobre a reforma da previdência, tive a oportunidade por alguns minutos de conversar com o presidente em exercício da Câmara, Evandro Tervedo e provocá-lo a refletir que já tinha passado da hora o legislativo transmitir as sessões ao vivo pelas redes sociais. Pois bem, esse dia chegou. Na última segunda-feira (10), a Câmara pela primeira vez na história transmitiu uma sessão ao vivo no Facebook. É claro que ainda precisa mudar muita coisa né! Como sair do formato 4:3 para o formato 16:9; comprar equipamentos que possam filmar em HD ou Full HD; contratar internet de alta velocidade para que as transmissões possam ser da melhor qualidade. A Câmara tem condições financeiras para isso, basta querer e ter competências para realiza-las.

Aluno 10
Na semana passada já havia repercutido lá no Blog do Faria sobre o projeto ‘Aluno 10’ da Fundação Educacional de Penápolis (Funepe). Mais um projeto audacioso que beneficiará pelo nove alunos do ensino público estadual a chance de estudar com todo o curso pago integralmente. Os estudantes só precisam ter comportamento exemplar, presença de pelo menos 75% e claro, notas altas. Sem dúvida uma ótima iniciativa.

Editora
A Funepe também anunciou o selo “Editora Funepe” que visa fazer publicações de livros e ensaios de alunos, professores e de pessoas da comunidade. É lógico que todo material passará pelo crivo do conselho editorial, mas, sem dúvida nenhuma é uma excelente oportunidade para aqueles que desejam ver seus escritos publicados por uma editora. Ah e já podem enviar o material para o e-mail: editora@funepe.edu.br.

Simpósio
E em maio, entre os dias 22 e 24, haverá o Simpósio de Pesquisa e Iniciação Científica. O encontro visa garantir um espaço que proporcione a discussão de trabalhos científicos e/ou de pesquisa produzidos e realizados na FAFIPE/FUNEPE ou em outras Instituições de Ensino Superior. As inscrições serão realizadas por meio eletrônico www.funepe.edu.br/simposio2017, de forma gratuita. Os participantes poderão optar por uma das modalidades: Ouvinte; Apresentador de Trabalho – Comunicação Oral e ou Apresentador de Trabalho – Banner. As inscrições vão até o próximo dia 24 de abril.

Vai acabar em pizza…
Ou melhor em salgadinhos a CEI (Comissão Especial de Inquérito) instaurado na Câmara de Vereadores de Penápolis para investigar possíveis irregularidades na compra de salgadinhos na Emurpe (Empresa Municipal de Urbanização de Penápolis). Na próxima semana completará um mês e nenhum dos vereadores tocou mais no assunto. Nem se sabe se houve alguma reunião sobre o assunto. A verdade é que lá atrás comentamos que essa CEI não dará em nada, pois, se descobrir alguma irregularidade, o vereador Evandro Tervedo (DEM), autor do pedido, estará intimamente ligado, pois, foi até o fim do ano passado o diretor administrativo/financeiro da Emurpe. Essa CEI já nasceu morta!

Até a próxima. Alguma sugestão, crítica ou elogio mande para ricardo@blogdofaria.com.br. E acesse: www.blogdofaria.com.br