PITACOS #66 – TÁ FOD*! VEREADOR PEDINDO RESPEITO, TERCEIRO MÉDICO DO PRONTO SOCORRO E ALUNO NOTA 10. COMENTA AÍ!

(Atualizado em: 30 de junho de 2017)

Tribuna Livre
Na noite de ontem (3), durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Penápolis, o tema saúde dominou a discussão. Três dos quatro cidadãos que usaram o espaço para expor suas ideias tocaram no assunto. Em uma delas, a munícipe soltou um ‘tá foda’ durante o discurso e foi reprendidas por pelo menos dois vereadores que pediram respeito com a casa legislativa.

Episódio
O fato é que a jovem no afã de explicar a real situação da saúde no município acabou soltando um palavrão, que não teve a mínima intenção de agredir ou ser desrespeitoso com nenhum dos vereadores – a fala dela expressou um sentimento de todo cidadão que precisa usar o Sistema Único de Saúde. Sinceramente não precisava de todo o discurso que acompanhamos, principalmente, do vereador Bruno Marcos (PSD), pois, não foi para tanto.

Remédios
Ao citar a questão dos remédios, a vereadora Ester Sezalpino Mioto (PSD), lembrou fala do secretário de saúde, Dr. Luiz Fernando de Souto Fink, que a prefeitura de Penápolis devia para os fornecedores e por isso mesmo não conseguia crédito. “As empresas não querem vender para nós”. Outros vereadores falaram também sobre o assunto.

Remédios II
Já o vereador Nardão Sacomani lembrou do decreto de contenção de despesas que o prefeito interino Rubinho Bertolini (SD) publicou em meados de janeiro, dizendo que se o decretou funcionou, já deve ter tido recursos suficientes para se não comprar os remédios a prazo que pelo menos comprasse à vista. E lembrou o ex-vereador Caíque Rossi (PSD): Se ele tivesse aqui, iria dizer que falta planejamento, planejamento, planejamento!

Convite
Segundo o próprio Nardão, o prefeito interino Rubinho Bertolini nunca convidou o vereador para uma conversa no gabinete. Será o prefeito inteiro que é vereador e presidente da Câmara de Vereadores só chamam os vereadores da sua base de governo? Escanteando os parlamentares da tida oposição ao governo interino.

Pronto Socorro
Já o vereador Júlio Caetano (PSD) questionou sobre o terceiro médico no Pronto Socorro Municipal. Segundo ele, existe informações de que médicos plantonistas que deveriam ficar das 19h às 07h, estão ‘quebrando’ horário de quatro em quatro horas. Isto é, no horário que deviam estar trabalhando, estão pegando o carro e saindo por trás da Santa Casa para irem descansar em casa. Júlio diz que vai investigar.

Rádio
O vereador Adalgiso do Nascimento, o Ziza (PMDB), ao iniciar sua fala do pequeno expediente, lembrou que em recente pesquisa 98% das população ouvem rádio e que queria um posicionamento do presidente em exercício Evandro Tervedo de Novaes (DEM), pois, segundo ele, a rádio era um meio de dar publicidade aos atos dos vereadores. Noves, respondeu dizendo que existirá um processo licitatório para a instalação de uma Rádio Câmara. Mas, que se houvesse uma rádio interessada em fazer as transmissões de graça, que assim o faria.

Funepe
Os diretores da Fundação Educacional de Penápolis, Cledivaldo Aparecido Donzelli e Márcio Borges, bem como, o diretor da Fafipe (Faculdade de Ciências, Filosofia e Letras de Penápolis), Wanderli Bastos foram os convidados especiais da Câmara de Vereadores desta segunda-feira. Eles foram falar sobre a conquista do curso de medicina e dos desdobramentos a partir de agora. Segundo eles, já tem pelo menos três investidores interessados pelo projeto e pelo menos quatro possíveis lugares para instalação da unidade. Borges disse três deles – perto da Bonolat, do Shopping e perto do Centro de Treinamento do CAP (Clube Atlético Penapolense).

Aluno 10
O professor Cledivaldo Donzelli disse estar formatando um projeto denominado Aluno 10, com parceria da Diretoria de Ensino de Penápolis, que beneficiaria pelo menos nove alunos do terceiro ano do ensino médio com bolsa integral durante o período do curso completo. Mas, para isso o estudante deverá ter no mínimo 75% de presença durante o ano, ter uma conduta exemplar na escola e possuir notas altas. A bolsa custará cerca de R$ 30 mil em quatros anos.

Requerimentos
O presidente em exercício Evandro Tervedo engatilhou uma sequência de requerimentos que se respondidos no prazo teremos discussões acaloradas a partir dos próximos 15 dias. Ele questionou sobre os contratos de atos oficiais e de releases com os jornais da cidade; informações sobre o transporte usado na Secretaria de Esportes; informações sobre horas extras e uso de carros pela Vigilância Epidemiológica; informações da prefeitura e da Emurpe (Empresa Municipal de Urbanização de Penápolis) sobre a construção do teatro municipal; e sobre questões o recapeamento asfáltico. Em todas elas o vereador Francisco José Mendes, o Tiquinho votou contra.

Trailer
Um dos últimos requerimentos aprovados na Câmara de Vereadores, foi um pedido de informação da vereadora Ester com relação a concessão de uso de um trailer da Secretaria de Obras, que outrora foi emprestado para a secretaria de Saúde e que agora estaria alugado para um munícipe vender lanche. Vamos atrás dessas informações também!

Até a próxima. Alguma sugestão, crítica ou elogio mande para ricardo@blogdofaria.com.br.