Rubinho Bertolini é acusado de abuso de autoridade

(Atualizado em: 2 de maio de 2017)

O prefeito interino de Penápolis, Rubens de Médici Ito Bertolini, o Rubinho Bertolini (SD), é acusado de prática de crime de responsabilidade, de ato de improbidade administrativa e de abuso de autoridade. A representação contra Rubinho Bertolini foi protocolado no último dia 5 de abril no Ministério Público do Estado de São Paulo.

Segundo representação, que o Blog do Faria teve acesso o prefeito interino teria ordenado aos funcionários da Secretaria de Comunicação que praticamente, todos os dias, enviassem matérias para os jornais da cidade (Regional, Interior e Diário) referente a feitos ou eventos realizados pela administração constando sua foto e de preferência que fossem publicadas na capa dos jornais.

O fato é que após a saída do secretário de comunicação, Thiago Mazucato, que requereu sua exoneração, segundo consta, pelo motivos apresentados na denúncia, Rubinho Bertolini teria se dirigido às funcionárias da secretaria questionando sobre o descumprimento de sua determinação.

Em uma parte da representação diz que: “em alto tom de voz, alegou que as mesmas estavam sendo displicentes, e ainda desferindo ameaças, disse-lhes que elas não o conheciam verdadeiramente e não sabiam do que ele seria capaz de fazer”.

Em outro momento, segundo a denúncia, Rubinho deixou claro às servidoras públicas que, a partir de então, ele mesmo seria o seu chefe imediato, e que seria ele quem escolheria as fotos para serem enviadas aos jornais locais, devendo, as mesmas, obedecerem estritamente às suas ordens.

Desta forma, a representação diz que houve evidente abuso de autoridade, pressionando-as a exercerem suas funções em desacordo com seus princípios éticos e morais e que afrontam os princípios da administração pública, tendo a exclusiva intenção de autopromover-se, visto que, era notória a pretensão de Rubinho Bertolini de concorrer ao cargo de prefeito caso houvesse novas eleições. Fato que não ocorrerá com a vitória de Célio de Oliveira no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo consta, existe um vídeo que comprovam todas as denúncias feitas no Ministério Público e que as mesmas já estariam nas mãos do promotor de justiça.

O Blog do Faria procurou o prefeito interino para comentar as denúncias mas o mesmo não foi encontrado.

Foto: Alexandre Souza/Folha da Região