Interino diz em rádio que houve desinformação com relação a posse de Célio de Oliveira

(Atualizado em: 8 de maio de 2017)

O prefeito interino Rubens de Médici Ito Bertolini (SD), participou na manhã dessa segunda-feira (8), do primeiro bloco do programa Radar, na Ativa FM e afirmou que houve uma desinformação por parte do prefeito Célio de Oliveira (PSDB), na última sexta-feira (5), com relação à diplomação e posse de prefeito, após a decisão unanime que deferiu a candidatura do Célio e Feltrin no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Célio de Oliveira disse no final de seu programa na Rádio Difusora que acabara de receber Certidão de Julgamento do TSE que daria a ele oportunidade de assumir a prefeitura na manhã dessa segunda-feira. Contudo, a Justiça Eleitoral local após consultar o Tribunal, enviou ofício na final da tarde da última sexta-feira, ao prefeito interino e ao presidente em exercício da Câmara de Vereadores, Evandro Tervedo de Novaes (DEM), dizendo que dentre outras providências, a diplomação e posse de Célio estão condicionadas à simples comunicação da decisão a esta Justiça Especializada.

“Em ofício enviado pela justiça eleitoral local é que até o momento não está definida a diplomação e posse. Há uma desinformação. Estamos aqui para esclarecer, pois, fomos fazer algumas visitas e a população perguntando se realmente na segunda-feira ou se já acontecido a posse. Nós esclarecemos que não tem data definida da diplomação e a posse do candidato Célio José de Oliveira”, explica o prefeito interino.

“A ordem de Brasília só pode vir quando transitar em julgado. Quando não couber mais recurso. A gente analisou pelo site, inclusive tem uma certidão, essa certidão de julgamento apresentado, qualquer cidadão pode ter acesso no site do TSE. Essa certidão está lá no site. Enquanto não ocorrer o trânsito, isto é, enquanto a publicação do acordão, conta-se o prazo para recurso e depois que transitar aí eles mandam para Penápolis. Ou seja, ainda não ocorreu isso”, salienta