PROJETO DE LEI QUE GARANTE 100% DE AUMENTO NO VALE ALIMENTAÇÃO É PROTOCOLADO NA CÂMARA DE VEREADORES

(Last Updated On: 30 de junho de 2017)

No apagar das luzes e em um dos seus últimos atos enquanto prefeito interino, Rubinho Bertolini (SD) protocolou na tarde desta terça-feira, 2 de maio, em regimento de urgência especial, projeto de lei que altera em 100% o valor do vale alimentação dos servidores públicos municipais, passando dos atuais R$ 112 para R$ 224.

De acordo com a mensagem do prefeito interino à Câmara de Vereadores, após análise ao pedido do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Aposentados e Pensionistas de Penápolis, apresentados em janeiro foi acordado o valor com data retroativo à fevereiro de 2017, database para revisão de salários e benefícios de servidores municipais.

Sem proposta
Durante a assembleia dos servidores que ocorreu em março desse ano, o prefeito interino justificou aos funcionários públicos que não tinha uma proposta para apresentar e pediu que fosse discutida em outra oportunidade.

Na época, a presidente do sindicato, Maria José Francelino, a Zezé, disse que o reajuste do vale alimentação travou após pedido dos vereadores em conceder cesta básica aos funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Penápolis. “Só não ficou definido o valor do vale alimentação, por ele (o prefeito) até concedia, mas está tendo uma cobrança segundo ele me falou, para conceder cesta básica para os funcionários da Santa Casa. Ele não sabe o que fazer, então vamos esperar essa semana, mas cobrando e em cima pois nossa proposta é 100% de reajuste no cartão e com R$ 112 nós não compramos mais nada”, explica.

Foto: Alexandre Souza/Folha da Região