Governador Geraldo Alckmin não garante AME em Penápolis

(Last Updated On: 30 de junho de 2017)

Em visita à Penápolis, na manhã desta terça-feira (13), o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), não garantiu a vinda do AME (Ambulatório Médico de Especialidades) para Penápolis.

Segundo Alckmin, para viabilizar a vinda com maior rapidez do AME para Penápolis, a cidade precisaria garantir um prédio pronto para a instalação da unidade. Prontamente, o prefeito Célio de Oliveira (PSDB) sussurrou dizendo que garantiria o prédio, mas, não obteve resposta concreta do governador.

A resposta do governador coloca de vez o município de Araçatuba na dianteira para receber o AME Cirúrgico, pois, já teria disponibilizado o prédio do Hospital da Mulher para instalar o serviço.

Durante a entrevista coletiva, o governador ao ser questionado que o secretário de saúde, David Uip, em conversa com o prefeito Célio de Oliveira (PSDB), teria garantido a vinda do AME para a cidade disse: “Se ele garantiu, tá garantido”, dando um sorriso irônico.

Detalhes
Ao final da cerimônia que inaugurou a creche/escola do Gualter Monteiro e a Escola Estadual “João Sampaio” no bairro do Pereirinha, bem como, a recuperação da rodovia SP-419 que liga Penápolis à Luiziânia, o prefeito Célio de Oliveira confidenciou que o secretário de saúde do estado possui todos os detalhes do projeto, desde a doação da área e do projeto de implantação e que ainda existe esperança em trazer a unidade para Penápolis.

“Nós mostramos em números que existe uma sobrecarga do AME de Araçatuba, que já atendeu mais de 600 mil pacientes, enquanto que Andradina (outra cidade na região que possui AME) atendeu 160 mil. Por isso mesmo, que necessitamos dessa unidade aqui, pois, além de atender o povo de nossa região que possui cerca de 100 mil moradores, atenderíamos de outras localidades desafogando o atendimento em Araçatuba”, finaliza ele.