Prefeito diz que aumento garantirá investimentos na área do saneamento

(Last Updated On: 1 de julho de 2017)

O prefeito de Penápolis, Célio de Oliveira (PSDB), reconheceu na manhã de hoje (1), através de sua assessoria de imprensa, que os penapolenses são afetados pela crise econômica que assola o país, contudo, pensou na saúde financeira do Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penapolis) para conceder o aumento de 10% na tarifa da água. “Assim como os demais brasileiros, os penapolenses também são afetados pela crise econômica do Brasil. Temos no país o maior índice de desemprego já registrado”, afirma.

“Porém precisamos garantir os investimentos, melhorias e ampliação na rede de distribuição de água e coleta de esgoto. Para este ano, temos outro grande investimento, de cerca de R$ 1 milhão, com o início da construção do Reservatório do Pereirinha”, conclui o prefeito.

Aumento

A assessoria explicou ainda que para manter investimentos, o Daep reajustou a tarifa de água e esgoto em 10%, de acordo com o Decreto 5537/17. A medida entra em vigor a partir deste mês e é necessária para garantir os investimentos e melhorias no tratamento, distribuição e reservação de água.

Em junho, o Conselho Gestor de Saneamento havia aprovado um reajuste de 19,86%, referente à reposição inflacionária desde 2015, data da última correção. No entanto, após análise do governo municipal, foi definida a reposição somente da inflação de 2016, acrescida de um percentual de investimentos, o que totalizou 10% de reajuste.

Segundo o presidente do Daep, Edson Bilche Girotto, existem várias obras de melhoria da infraestrutra que deverão ser feitas, e o reajuste é fundamental para a sustentabilidade financeira da autarquia. “Para calcular o reajuste, foram analisados os crescentes aumentos dos custos operacionais. Isso inclui os aumentos da folha de pagamento e dos insumos para tratamento de água. Além disso, os gastos com a energia elétrica, a segunda maior despesa do Daep”, esclarece o presidente. (Com informações da Secom/PMP)

Foto: Alexandre Souza/Folha da Região