Vereador Roberto Delfino se afastará por 60 dias dos trabalhos legislativos

(Last Updated On: 8 de agosto de 2017)

Na noite dessa segunda-feira (07), o vereador Roberto Delfino (PMDB) pediu à Câmara de Vereadores um afastamento de 60 dias do poder legislativo, a partir do dia 3 de agosto. O motivo é que recentemente o parlamentar passou por cirurgia de hérnia e precisará ficar em repouso para se recuperar da operação. O requerimento foi aprovado por unanimidade.

Em seu lugar deveria assumir o secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente e ex-vereador, Fábio Pereira da Silva, o Fabinho (PSDB), que na última eleição teve 417 votos e ficou na primeira suplência. Mas, um acordo político fez com ele abrisse mão de assumir a vaga para que outros suplentes pudessem assumir de forma alternada.

O primeiro a assumir já na próxima sessão – dia 14, é o empresário Alcebíades Soares, o Neto (PSDB). Ele que na eleição de 2012 teve 506 votos não conseguiu se eleger, pois, seu grupo na época, formado pelo PMDB, PP, PRB e PSB não conseguiu coeficiente eleitoral. Já em 2016, mesmo que com 372 votos, isto é, 134 a menos conseguiu a segunda suplência na chapa que tinha PSDB/PMDB.

Já o vendedor Valdecir Martines da Silva, o Vardê (PMDB), concorreu pela primeira vez a vereança na última eleição, obtendo honrados 187 votos e que o possibilitou ficar na terceira suplência.

O vereador Roberto Delfino ficará afastado até dia 3 de outubro.