FERNANDA SOUZA É CAMPEÃ PAULISTA ESTREANTE DE FISICULTURISMO

Com o título em Osasco a penapolense garante vaga no paulistão da modalidade na categoria Figure 2, que ocorre no mês de maio em São Paulo
Fernanda após a ganhar as duas competições entre o técnico e marido Zé Paulo (a esq.) e seu preparador Daniel Montalvão (a. dir)
Com o número 59, a atleta gliceriense mas radicada há 9 anos em Penápolis Fernanda Souza, 31, sagrou-se campeã no Campeonato Paulista Estreante da Nabba (National Association Bodybuilding Amador) de Fisiculturismo na categoria Figure 2, para mulher com até 1,63 m. O evento ocorreu no último dia 15 de março, na cidade de Osasco. 
Mas para chegar bem na competição que a classificou para o Campeonato Paulista de Fisiculturismo – o Paulistão – que acontecerá em São Paulo no dia 9 de maio, Fernanda vem se preparando a pelo menos um semestre. 
Em junho do ano passado, Fernanda decidiu procurar o preparador físico e o nutricionista Daniel Montalvão de São José do Rio Preto para orientá-la numa dieta. O resultado foi surpreendente, pois, em 40 dias o corpo de Fernanda começou a dar grandes rendimentos. 
Com isso veio o convite de Daniel para competir nos campeonatos de fisiculturismos que viria pela frente. Foram sete meses de incansáveis preparação. 
Nos últimos dois meses por exemplo (momento onde começa a definir o corpo para a competição), Fernanda teve uma alimentação regrada apenas por arroz e batata doce. 
Durante o competição ela participou em três momentos – a prévia – instante onde os jurados analisam quem realmente está mais preparada. A coreografia (sequência de poses apresentada com uma música de fundo), onde teve a participação de dois dançarinos  penapolenses – Pablo Guedes e Ana Claudia Augusti, da academia de dança Sandro Fabretti. E o combate última apresentação antes do resultado final. 
De acordo com o treinador e marido José Paulo da Silva do Valle, Fernanda teve 1 minuto para apresentar diversas poses para que os jurados pudessem analisar. “Nesta categoria os jurados analisaram volume muscular, definição, assimetria e proporção”, comenta. 
Após ganhar a categoria Figure 2, ela consagrou-se campeã da noite (overall) quando concorreu com a campeã da Figure 1, acima de 1,64 m. 
PREPARAÇÃO 
Nas competições de fisiculturismo existe dois momentos importantes – o período ‘Off Season’ – fora de época de competição onde o atleta ganha massa muscular e tem gordura e água pelo corpo. 
O período ‘Pré Contest’ – momento antes das competição que a atleta segura e começa tirar a gordura e a água do corpo para tê-lo definido. Para se ter uma ideia Fernanda chegou com 2% de gordura no corpo durante a competição do paulista estreante. A título de comparação uma não atleta chega ter acima de 6% de gordura no corpo. 
Na competição a preparação prevê também que ela tome vinho tinto seco para dilatar as veias – pois isso mostra que entre a pele e o músculo existe uma ‘película mínima’ de gordura e água. 
Zé Paulo salienta que praticar o fisiculturismo é viver o esporte 24 horas por dia, pois, o seu corpo é o instrumento. Para se ter uma ideia existe uma estimativa de que apenas 0,3% são fisiculturistas no mundo. 
Há alguns anos a dupla vem se preparando, pois, o Zé Paulo se especializou em fisiculturismo com o professor Valdemar Guimarães – um dos melhores profissionais no Brasil. 
“Principalmente para o fisiculturismo feminino pois a mulher não tem testosterona para definir os músculos, o que o torna um trabalho diferenciado” comenta. 
Para Zé Paulo uma junção de fatores fez da Fernanda Souza uma atleta diferenciada. “Para chegar no corpo que a Fernanda tem hoje precisou de 100% de dedicação, tanto, nos exercícios, na alimentação e também no descanso, afinal você é o que você repetidamente faz” e completa: “Ela faz 1 hora e 30 minutos de treino por dia, em dois período de 45 minutos”. 
Depois da competição ela teve uma semana livre para repor o que ela estava perdendo nas últimas semanas ajudando a recuperar a musculatura. “Nossa pra mim foi um alívio, pois, puder comer bastante chocolate que eu amo”, comenta toda alegre. 
A MULHER 
Há nove anos, Fernanda Souza começou a frequentar as academias quando ainda morava em Glicério. “Eu ia todo dia para Birigui fazer academia”, foi quando surgiu a oportunidade de trabalhar como auxiliar de contabilidade no Posto Caneco de Ouro. “Resolvi então mudar de academia e praticar aqui em Penápolis, foi quando conheci a Body World e o Zé Paulo”. 
Fernanda tem uma rotina como de todas as outras mulheres, arruma a casa, faz comida para o marido e ainda dá atenção para seu filho de 14 anos. Entretanto, o choque cultural de ver uma mulher de corpo totalmente definido faz com que muitas pessoas a parem na rua e perguntarem se sente-se feminina. “Toda vez que me perguntam isso eu respondo com uma frase da Cinara Polido – ‘Músculos não tiram a feminidade. Ser feminina é questão de atitude ou você tem ou você não tem'”, salienta. 
Porém, parte da família de Fernanda não aceita seu novo estilo de vida. “O estilo de vida que escolhi para mim choca e muito minha família, eles fazem parte das famílias tradicionais que curtem um bom churrasco ou uma feijoada, mas no momento estou focada nas competições, então evito de ir para Glicério para não criar mal estar”. 
O que a alimenta de esperança para se sair bem nas próximos competições é o incentivo dos amigos e de alguns familiares. “A cada competição recebo mensagens de incentivo e isso me motiva demais para continuar. Para se ter uma ideia, uma galera fechou uma van para ir me ver competir. Isso é maravilhoso”, finaliza. 

Atleta se prepara para os próximos desafios 

Fernanda Souza se prepara para os próximos desafios junto de seu técnico e marido José Paulo da Silva do Valle
Focada no paulistão, agora Fernanda Souza afirma que irá se preparar ainda mais até poucos dias antes a data da disputa e vai procurar retornar com um resultado positivo. 
“Estou com uma expectativa muito boa para o paulistão. Vou continuar com minhas atividades na academia para manter o físico que se encaixe nos padrões da competição. Mesmo mantendo o corpo em dias com a preparação, sei que não é fácil, mas vou tentar deixar tudo certo com relação a dieta e treinos. Estou com foco total para o Paulistão, o campeonato fica a cada vez mais difícil e acirrado, mas a cada competição fico mais experiente – disse.
Essa é a primeira vez que a atleta participou da categoria Figure 2 da NABBA, que é uma das mais suaves e não requer muitas definições e marcações nos músculos mantendo a feminilidade maior das mulheres.

ESPECIAL: CIRCUITO SESC DE ARTES COM ELLEN OLÉRIA

Há quatro dias, no dia 24, quase no fim de expediente no Jornal Interior, o telefone toca – normalmente nunca atendo de primeiro, mas daquela vez resolvi “puxar” a ligação. Era o meu amigo Breno Alves, jornalista do SESC Birigui, fazendo o primeiro contato para ser um dos ‘mídias digitais’ a participar do lançamento do Circuito SESC de Artes em São Paulo. Claro, a felicidade tomou conta de mim! Obrigado pela lembrança! 
No dia seguinte foi a vez do supervisor de comunicação Marinho Rodrigues me telefonar e me convidar oficialmente para participar do evento. Logo após a ligação já me enviou o convite para o lançamento que acontecerá no próximo dia 7 de abril no SESC Pompéia com a presença do diretor regional do SESC SP Danilo Santos de Miranda e de artistas que percorrerão mais de 100 cidades por todo estado, inclusive Penápolis no dia 3 de maio e com a presença confirmada de Ellen Oléria, na Praça Carlos Sampaio Filho, às 20h. E o melhor de graça!
Convite confirmado agora é hora de controlar a ansiedade e se preparar muito para fazer a melhor cobertura do lançamento e quiçá dos dias que percorrerão nossa região. 
Bora lá que vem muito trabalho neste ano. Avoé!

SHOW BASE ALIADA É HOJE NO CEU DAS ARTES EM PENÁPOLIS

O show “Base Aliada” com misturas de MPB, reggae, rap, pop rock e tendências afro-brasileiras será apresentado neste sábado (28), às 19h, no anfiteatro do CEU das Artes (Centro de Artes e Esportes Unificados). Criado com o intuito de homenagear e aumentar ainda mais a visibilidade de músicas brasileiras já conceituadas. A atração é o dueto que acrescenta peso e ginga às canções, apresentando uma alternativa ao que já é conhecido.
PROGRAMA
Toda a programação foi viabilizada pelo Edital da Funarte (Fundação Nacional de Artes) do Ministério da Cultura para um projeto de ocupação dos CEUs das Artes em todo Brasil. Em Penápolis, a programação é realizada pelo Projeto Povoarte, desenvolvido pela Associação Cultural de Birigui.

MARCELO JENECI APRESENTA SHOW ‘DE GRAÇA’ EM BIRIGUI

Com arranjos da premiada orquestra de Eumir Deodato, o show ‘De Graça’ do cantor, compositor e instrumentista Marcelo Jeneci, conduz a uma atmosfera, que incentiva a todos experimentarem viver intensamente, com ou sem sofrimento, pois, as coisas boas da vida não são as materiais. 
A apresentação com aproximadamente 1 hora, será no próximo sábado (28), às 20h, no Teatro Popular do SESI, em Birigui, com entrada franca. 
Jeneci foi eleito o melhor compositor de 2014, pela Associação Paulista de Críticos de Arte – APCA, e indicado ao Grammy Latino na categoria melhor disco de Música Popular Brasileira com seu recente lançamento ‘De Graça’. 
O Show com formato mais intimista – apresenta Laura Lavieri, Regis Damasceno e Estevan Sinkovitz. tendo eu seu espetáculo canções inéditas do artista e as parcerias de Arnaldo Antunes, Chico César e Zé Miguel Wisnik. O CD foi produzido em 2013 por Kassin e com coprodução de Adriano Cintra. Sem dúvidas é mais um trabalho apreciado pela crítica e pelo público.
Voz: Marcelo Jeneci e Laura Lavieri | Piano e acordeon: Marcelo Jeneci | Baixo: Regis Damasceno | Bateria: Richard Ribeiro

POSSÍVEIS IRREGULARIDADES NA PREFEITURA DE PENÁPOLIS

Os vereadores Luís Antonio Alves de Oliveira,  Francisco José Mendes (PSDB) e Ricardinho Castilho (PV), para evitarem o risco de uma nova solicitação de abertura de CEI (Comissão Especial de Inquérito), ser rejeitada por seus pares na Câmara Municipal de Penápolis, como ocorreu no caso da grama esmeralda, que culminou com a demissão de um secretário, protocolaram a denúncia diretamente ao Ministério Público pedindo a investigação de supostas irregularidades na aquisição de lonas e adesivos realizada pela prefeitura. 
Os parlamentares apontam dúvidas se os materiais de fato foram adquiridos conforme metragem constante em notas, pois, a administração municipal paga mensalmente valores superiores aos estipulados  em contrato com uma gráfica. 
Os três realizaram medições em alguns prédios públicos municipais e verificaram que o tanto de lonas e adesivos não era condizente com os constados em notas fiscais pagos à empresa. 
Um dos casos ocorreu no Instituto de Profissões,  na  Av.  Antônio Veronese, em que a nota fiscal tem  o pagamento de 620 metros quadrados de lonas e 145 metros quadrados de adesivos para carros. In loco verificaram que não havia mais que 30 metros quadrados de lonas. 
De acordo com os vereadores o Instituto de Profissões não possui carro próprio, portanto não teria nenhuma possibilidade de utilizar adesivos.  Todavia, os valores foram pagos à gráfica, sendo que, o valor pago por metro quadrado é de R$ 15,00. 
A quantidade de lonas e adesivos adquiridos mensalmente pela prefeitura extrapola o que está previsto em contrato. Além do MP, os vereadores encaminharão denúncias ao Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.
***Com informações da Assessoria da Câmara Municipal de Penápolis

IDOSA DE 90 ANOS É A 7ª VÍTIMA DA DENGUE EM PENÁPOLIS

Uma idosa de 90 anos morreu na madrugada de hoje (24), na Santa Casa de Misericórdia de Penápolis vítima de dengue. A informação é da Secretaria Municipal de Saúde. 
A doença teve sorologia confirmada após realizados exames durante a internação. por exames realizados durante a internação. De acordo com a nota da assessoria de imprensa é de que a paciente estava sendo monitorada desde sua internação na Santa Casa ocorrida em 12 de março. 
Neste período houve uma transferência para a cidade de Araçatuba, quando ficou internada por 10 dias na UTI daquele município, retornando à Santa Casa de Misericórdia, onde faleceu na madrugada deste dia 24 de março.Desta forma, a cidade passa a contar com 07 mortes confirmadas por dengue em 2015.
DADOS 
A Serviço de Vigilância Epidemiológica, divulgou os dados atualizados referentes à situação da dengue no município. De acordo com o serviço, até hoje (24), foram notificados 2.962 casos, sendo 1.997 casos positivos. Outros 700 pacientes aguardam o resultado de exames. 

ARTISTAS REPERCUTEM FECHAMENTO DA OFICINA CULTURAL SILVIO RUSSO

Everton Campanhã
Artistas penapolenses estiveram na noite de domingo (22), em Araçatuba para participar da manifestação e engrossar o coro pelo não fechamento do polo regional da Oficina Cultural Silvio Russo, órgão do governo do Estado de São Paulo.
Há oito anos, a iniciativa do governo estadual marcava o fim das delegacias regionais de cultura e dava os primeiros passos para terceirização na área cultural. De lá pra cá, diversas ações com os 43 municípios da região administrativa de Araçatuba eram feitos pela Oficina Cultural.
Em Penápolis não era diferente, a parceria ia muito além das oficinas de formação e de produção cultural. A cidade emprestou dois importantes nomes da cultura local para serem coordenadores do projeto. Paulo Henrique de Carvalho e posteriormente Douglas Augusto de Oliveira. Para muitos Douglas deu uma nova dinâmica, ouvindo as necessidades locais, fazendo do prédio um equipamento cultural.
Para o secretário de cultura, Luiz Carlos Colevatti, o fechamento do polo da Oficina Cultural Silvio Russo é uma perda irreparável. “Já algum tempo a oficina cultural vem sendo um importante instrumento para a formação de artistas no município” e salienta que a possível ida para a unidade de Presidente Prudente é um distanciamento enorme. “É muito complicar ficar no guarda-chuva de Presidente Prudente, pois, é uma cidade longe de nossa realidade. Além do mais, é uma região grande e abarcar mais 43 municípios é ter uma perda enorme na política de formação”, comenta.
Everton Campanhã
Segundo Colevatti, é importante que os prefeitos se mobilizem e clamem ao governador Geraldo Alckmin que reconsidere a decisão visto que a região de Araçatuba é a segunda região economicamente mais pobre do Estado de São Paulo e perder um instrumento desses afetará e muito a formação cultural de muitos paulistas. “Temos que mobilizar nossos prefeitos para que marquem audiência com o governador para tratar entre os outros assuntos do não fechamento das Oficinas Culturais”.
Já para o vereador Lucas Casella, militante na área cultural essa atitude do governo estadual é um retrocesso. “Particularmente acho um retrocesso enorme. Já ministrei muitos cursos lá e participei de outras tantas que muito me ajudou no aperfeiçoamento, isso devo a oficina cultural”.
Como parlamentar vai pedir apoio de políticos de todas as instâncias como prefeituras, casas legislativas, bem como, deputados estaduais para que não ocorro o fechamento desse importante espaço. “Já vamos pedir apoio a deputados, prefeitos e enviar oficios para que isso não aconteça, vamos tentar de todas as formas possíveis de inferência para que não ocorra o fechamento”, salienta.
DIGNIDADE
Já para o ator, Rodrigo Santiago, 30 anos, o corte de verbas na Secretaria de Cultura do Estado já é um absurdo. “A cultura é uma das secretarias que menos recebem dinheiro, e com tão pouco, os gestores juntamente com artistas tentam trabalhar com dignidade e produzir um trabalho junto à população”.
Um outro aspecto totalmente negativo do fechamento da Silvio Russo é sua a localização. “A oficina cultural fica num município com cerca de 500 km longe da capital e ela atende cidades esquecidas do ponto de vista de circulação cultural, sendo a oficina praticamente a única a mandar algum tipo de aparato cultural para essas cidades que as vezes nem secretaria municipal de cultura possuem” e conclui: “Mais uma vez, nossos governantes estaduais deixam claro o tipo de política que desenvolvem. Uma política que não garante nem o pão, nem a água e muito menos o circo”.
Everton Campanhã
A atriz Amanda Ribeiro participou recentemente de um workshop “Investigações do Corpo no Espaço Urbano” pela Oficina Cultural Silvio Russo. Foi a última atividade até então com a prefeitura de Penápolis.
“É uma perda enorme para os artistas da região. Enquanto nós precisamos de vários equipamentos que nos apodere em relação as políticas culturais dos grandes centros, o governo do estado sem nenhum justificativa plausível fecha esse que é um importante espaço de formação artística”, finaliza.
HOMENAGEM
O nome Sílvio Russo é uma homenagem a um dos principais artistas de Araçatuba. O local deve deixar de funcionar já no mês que vem. Mais de 50 mil pessoas, entre artistas e público, já passaram pela oficina e foram inúmeros espetáculos, shows, e cursos de formação. Apesar de confirmar o fechamento da oficina, a organização social contratada pelo governo do estado disse que as atividades serão mantidas, mas em outros lugares, por meio de parcerias.

RAZÕES PARA NÃO IR MAIS À IGREJA

Dia após dia me convenço de que minha decisão de não ir a igreja está certa. (Isso não quer dizer que deixei de acreditar em Deus). 
Mas ver e ouvir de cristãos o que anda acontecendo nas igrejas locais me deixa extremamente triste. E o problema é que em sua maioria, os pastores e pastoras são prepotentes ao ponto de acharem que estão fazendo a coisa certa. 
Igrejas com mais de 600 membros, sendo na sua maioria de jovens proibindo-os de frequentarem eventos cristãos com a justificativa de excluí-los da congregação. 
Outras que monta grande templo em bairro periférico, com a justificativa de ganhar os pobres, mas dentro da sua própria igreja não comunhão entre os membros ficando somente na forma. E o pior fazendo campanha de oração para intervir “celestialmente” na vinda de um pastor na cidade. 
Mas o pior é ver igrejas tradicionais sendo tomadas por regulação econômica – afastando antigos membros por causa de ameaças de outros membros que tem “dízimos gordos” com a justificativa que não podemos perder esse dinheiro. 
Essas igrejas fazem parte do Conselhos de Pastores de Penápolis, que mesmo tendo em sua presidência Rodrigo Sonsino – pastor moderno e com uma vida reta perante a Deus, afinal de contas, já morei em sua casa e sei da sua retidão. Mas, alguns dos pastores que integram o colegiado são extremamente conservadores capazes de fazerem coisas escabrosas em nome de Deus. 
Até mesmo fazendo um levante contra a conferência que terá a presença do Pr. Ariovaldo Carlos Jr., homem de Deus e líder da igreja Manifesto (ligada ministerialmente ao Ministério Sal da Terra). 
Ele é pós-moderno e sabe usar brilhantemente as redes sociais como Youtube e Facebook, não é a toa que ele tem mais de 75 mil seguidores. Ele é o idealizador do projeto Bíblia Freestyle  – proposta de leitura bem humorada das Escrituras Sagradas, interagindo com a cultura pop da geração Y. 
Ele explica que não é uma tradução, que não possui fins acadêmicos e nem sequer a pretensão de substituir uma leitura bíblica integral. Mas, quem sabe, com um pouco de humor, muitos que nunca tiveram contato algum com o texto bíblico sejam animados a estudar e aprender um pouco mais.
Esse pastor vem sendo acusado de satanista por diversos ‘irmãos na fé’, inclusive que ele apanharia se ele viesse para a cidade. Será essa a melhor atitude de um irmão penapolense?
Toda essa polêmica fez com que o pastor gravasse um vídeo para explicar a situação. Onde no final e com muita razão ele diz: “Se eu conseguir em trinta minutos desfazer todo o ensino bíblico que você dedicou a sua vida a dar a essas pessoas, então com certeza você é um péssimo pastor” e ainda convoca os cristão para irem e se no final não satisfeito façam perguntas. 
Como pode “homens e mulheres de Deus” tomarem tal atitude? É por essas e outras que não vou mais nessas igrejas. Ah e hoje vou lá ver o pastor e comungar com ele a vitória de nome de Cristo Jesus. E se eu ver que a igreja está mudando eu volto com todo prazer, afinal é a casa de comunhão de nosso Pai Celestial. 

MANIFESTAÇÃO PRA QUÊ MESMO?

Arquivo/Jornal Interior
Cinco dias após as manifestações que reuniram mais de 1 milhão de brasileiros nas ruas do país, desejo registrar minha opinião sobre o que eu vi, ouvi e li. 
Entretanto, as paixões acirradas de ambos os lados, fazem com que percam a razão e partam para as ofensas particulares, sendo muitos deles sem fundamentos. 
Mesmo achando que as manifestações é um direito adquirido pelo povo, antes mesmo, da criação da Constituição Federal de 1988, não via motivos pelo quais da manifestação – a não ser pela corrupção. 
Lembro-me de um trecho do texto poético “Só de sacanagem” de Elisa Lucinda que diz: “Dirão: É inútil, todo o mundo aqui é corrupto, desde o primeiro homem que veio de Portugal”. Pois bem, é uma verdade. 
Esse país nasceu da corrupção e nela está incrustada há mais de 500 anos. Mas como Elisa eu também direi: “Não admito! Minha esperança é imortal! / E eu repito, ouviram? IMORTAL!!! / Sei que não dá pra mudar o começo, mas, se a gente quiser, vai dar pra mudar o final”.
Criar mecanismos eficientes que detectem, investigue e puna rigorosamente os envolvidos de crimes de corrupção é um dos caminhos para sairmos desse marasmo que o país se encontra, tendo os filhos da pátria que pagar as contas dos desmandos de um grupo de bandidos de colarinhos brancos. 
Entretanto, sair às ruas para pedir impeachment de uma presidente que foi legitimamente eleita pelo povo há seis meses e a três reconduzida para a função é no mínimo golpismo. E olha que quem está falando não foi eleitor da Dilma Rousseff nas eleições gerais de 2014. 
Diariamente na vida se ganha e/ou se perde e (in)felizmente ou não os opositores perderam legitimamente no voto, mas não se contentaram com a derrota e que só ajudam a criar um clima de instabilidade – provocado pela fase em que se está das investigações do Lava Jato. (Vale destacar que acredito na justiça desse país, sendo que, no momento certo incriminará todos os envolvidos e culpados  desse que já o maior escândalo de corrupção desse país). 
Tanto é verdade, que não se acostumaram com a derrota, que membros do partido de Aécio Neves de vez participarem do movimento por aqui nas terras de Maria Chica, rumaram para a capital paulista fazer coro na Avenida Paulista. 
Mas como é de praxe desse povo, ao sair da “manifestações” com sua camiseta #ForaDilma foram a um dos “botecos chicosos” da paulista para comemorar tomando seu delicioso chopp. Não que isso não seja legítimo, mas é no mínimo irônico. 
Quando tive a oportunidade de entrevistar um dos organizadores das manifestações de Penápolis e perguntar: E a intervenção militar você é a favor ou contra? Ele me responde que conversa com familiares que conviveu o período de regime militar e concordaria com uma intervenção militar para restabelecer a democracia, é porque ele não sabe o peso e a marca histórica que ficou dos 21 anos da ditadura militar. 
E a reforma política? Nesta manifestação ficou relevada a segundo plano. Concordo com o cantor Tico Santa Cruz, da banda Detonautas quando ele diz: “em vez lutar pelo impeachment que tal lutar pela reforma política?”. Principalmente, no que se refere o financiamento público de campanha, afinal de contas, ser patrocinada por empreiteiras já vimos no que dá – Lava Jato. 
Portanto, quando lutarem para fortalecerem a democracia e ajudarem a construir um país mais justo, igualitário e socialmente livre estarei na linha de frente apoiando-os. 

EM ÉPOCA DE PÁSCOA, OVOS FAZEM A ALEGRIA DOS CHOCÓLATRAS

Entre as especiarias sabores como damasco, pistache, paçoca e os tradicionais morango, brigadeiros, prestígios, castanhas e maracujá fazem parte das delicias
Já está a todo vapor a produção dos ovos de páscoa na cozinha de Martha Sakomoto e Cibele Torres Sakomoto
Para muitos a Páscoa é um grande momento de reflexão, onde se tem a oportunidade de reconhecer a ressurreição de Jesus Cristo, visto que, para os católicos são precedidos pelos 40 dias da quaresma, período de jejum, orações e penitências. 
Mas, para outros Páscoa também é sinônimo de muito, mas muito chocolate. Graças aos franceses que tiveram a feliz ideia de utilizar um símbolo pagão – o ovo – que antigamente era totalmente decorado para simbolizar a ressurreição de Cristo em uma especiaria dos deuses. 
Isso é a história do chocolate ou simplesmente do cacau se confunde com a do povo latino, principalmente, com o cultivo da planta pelos povos maias e astecas, mas, foi com os europeus que esse produto tornou-se algo fino e de agradável paladar. Atualmente, o chocolate é algo essencial na vida de qualquer ser humano. 
Não é atoa que a engenheira de alimentos Martha Sakomoto, largou sua carreira na capital paulista para se dedicar única e exclusivamente a um negócio de família – sorveteria. Nascia a Doce Pecado com a vontade de explorar os sabores e extrair o melhor que cada ingrediente poderia oferecer. 
O negócio não prosperou, mas, a vontade de trabalhar com doces continuou latente em Martha que resolveu juntar o útil ao agradável e transforme seus dotes culinários em um negócio rentável. Começou nos idos de 2004 e 2005 fazer bolos para casamentos e festas infantis. 
“Há alguns anos os bolos de casamento eram de dois ou três andares, como, os docinhos ficavam expostos pela mesa. Atualmente, os bolos já tem formatos de seis andares e os doces ficam em aparadores. Em pouco tempo muda aos vontades e nós temos que estar preparados”. 
Com sua sobrinha e sócia Cibele Torres Sakomoto prepara todos tipos de doces – trufas, pães de mel, doces finos para casamentos, aniversários e confraternizações, mas viram no período de páscoa um importante filão para continuar neste delicioso mercado. 
“Não é de hoje que o período da Páscoa é para nós o melhor período de venda e de exposição, afinal, somente no ano passado foram mais de 100 ovos de páscoa e para esse ano queremos mais”. 
Segundo Martha para esse ano as novidades são os ovos embrulhados com cascas recheados de sabores paçoca e trufado de pistache. Mas também outras linhas de produtos como os kit de ovinhos, a caixa trio e os ovos de colher. Esse último foi uma grande novidade no ano passado. 
“Neste período nos trabalhamos bastante, acompanhamos de perto as novidades do mercado para trazer aos nossos clientes. Ano passado a novidade era os ovos de colher, já neste ano vários concorrentes nos copiaram, mas graças a Deus, nós sabemos que só copiam o que é bom. Para falar a verdade não tenho problema com isso não, tem espaço para todos”. 
Para esse ano, elas estão investindo também numa linha infantil com os personagem da Peppa Pig e Frozen. “Nós temos uma criança em casa e ela nos serve de termômetro para saber o que a criançada esta se interessando”. 
Após a finalização de todos os produtos, as próprias sócias produzem as fotos que são impressos no catálogo. “Quando trabalhava em São Paulo tive que produzir um catálogo de gelatina e junto da equipe de fotógrafos aprendi algumas técnicas de exposição de produtos que me ajudam hoje a tirar as minhas fotos”, comenta. 
Para manter a tradição do chocolate, bombons, ovo de páscoa, o trabalho começa com pelo menos um mês de antecedência, montando o catálogo de sabores que vão ser vendidos, bem como, as amostra para a degustação dos clientes. “Nossos produtos não são iguais de qualquer produtos de lojas especializadas, pois, não trabalhamos com conservantes. Nosso produto é caseiro que não se faz em alto escala. Fazemos por encomenda e com pelo menos uma semana de antecedência”. 
Para Cibele trabalhar com Martha é um mix de sentimentos bons, com muita criatividade, controle de qualidade, profissionalismo e responsabilidade. “A Páscoa não podia ser diferente, aqui nós elaboramos os melhores produtos para nossos clientes”. E agradece: Obrigado tia Martha por me permitir fazer parte desse mundo tão doce”, finaliza. 

PARA MANTER A FORMA TEM A OPÇÃO DE CHOCOLATES SAUDÁVEIS

Jaqueline prepara o cardápio exclusivo para a necessidade do cliente, seja aquele que deseja manter a forma ou se tratar por causa da diabetes ou obesidade
Há um ano e meio, a nutricionista Jaqueline Buranello deixou de lado os consultórios para se dedicar exclusivamente a Brigaderia Nutridoces. Um novo conceito de brigadeiros gourmet que possui mais cacau e são realizados com os melhores ingredientes. 
“Eu sempre fui chocólatra, mas sempre gostei também de aliar uma boa alimentação, com isso juntei o útil ao agradável – o amor pelo chocolate e o que tem de melhor para saúde de meus clientes”. 
Segundo Jaqueline para se ter um produto livre de ingredientes indesejados, o segredo é ter em sua porção mais de 50% do cacau em sua composição. 
“Não é atoa que os chocolates belgas, considerados os melhores chocolates do mundo possuem em sua composição 80, 90, 100% de cacau”, comenta. 
Jaqueline comenta ainda que os doces são apontados como os vilões das dietas e dos bons hábitos alimentares, mas que ultimamente estão ganhando releituras e se adaptando aos paladares de quem tem limitações alimentares. 
“Meu público é para aquelas pessoas que desejam manter a forma, como também os diabéticos e obesos que necessitam regularmente de produtos light, sem açúcar, glúten ou lactose”. 
Seus clientes tornam seus “pacientes”, pois, acabam pedindo dicas de nutrição  e de produtos que sejam saudáveis. “Para isso desenvolvi receitas saudáveis de chocolates, ovos de páscoa de colher com chocolates ao leite, meio amargo, com 0% de açúcar e lactose, não utilizando produtos como manteiga, margarina, gordura hidrogenada, conservantes e aromatizantes”. 
Ela hoje produz sucos detox, bolos caseiros de mais de 30 sabores e os famosos brigadeiros com mais de 50 sabores. 

SERÁ ESSE O PRENÚNCIO DO FIM DA ERA CÉLIO DE OLIVEIRA?

Desde as eleições municipais de 2012 quando o prefeito eleito Célio de Oliveira ganhara com apenas 36% dos votos válidos estava mais do claro que não teria vida fácil. 
Pois, além disso, teoricamente teriam seis vereadores (três do PSDB e três do PT) na oposição. Configurando hoje o Ricardinho Castilho (PV) no lugar do Fabinho (PSDB) como opositor do governo do qual seu pai Ricardo Castilho é o vice-prefeito ausente. 
Mas, nesta semana um voto que parecia liquido e certo para aprovação do projeto de lei que dava uma gratificação para chefes de serviço com curso universitário fora da grade salarial da prefeitura de Penápolis não se concretizou. 
O único vereador do PSD (partido do prefeito), Caíque Rossi votou contra o projeto e de quebra ajudou a oposição a rejeitar o projeto de lei do prefeito Célio de Oliveira. 
A justificativa: “Não estava tranquilo para votar uma matéria dessa, pois, acabamos de sair de uma discussão que pede o aumento de salário dos agentes de saúde”. Na oportunidade, o prefeito Célio de Oliveira postergou para junho a resposta definitiva para os agentes de saúde. 
A postura do vereador “pegou” mal entre os parlamentares, principalmente, da base do governo. Segundo eles, não é vereador de grupo. 
O fato é que o vereador Caíque Rossi “segurou” praticamente sozinho as bordoadas da CIP (Contribuição de Iluminação Pública) e agora está tirando de suas costas qualquer matéria que possa manchar ainda mais a sua imagem. E quem sofre com isso é o próprio governo que não pode contar com o vereador do partido do prefeito. 
Será esse um prenuncio de que a era Célio de Oliveira terá seu fim em 31 de dezembro de 2016? 

PENÁPOLIS REGISTRA 6ª MORTE POR DENGUE

Um idoso de 65 anos, morador da Vila América foi a 6ª vítima que morreu por causa da dengue. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Penápolis a morte ocorreu no domingo, 08, na Santa Casa de Misericórdia. 
Segundo informa a Secretaria de Saúde, o senhor sentiu os primeiros sintomas no dia 23 de fevereiro e deu entrada no Pronto Socorro local no dia 24 de fevereiro, sendo internado na Santa Casa, onde permaneceu até a data da morte. O mesmo estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e a dengue foi confirmada por exame no dia da internação.
CASOS
O primeiro caso de morte foi de um homem de 33 anos, cujo óbito ocorreu em 05 de fevereiro; o segundo caso foi de uma idosa de 94 anos, no dia 14 de fevereiro; o terceiro ocorreu no dia 15 de fevereiro, sendo a vítima outra idosa de 78 anos; o quarto óbito aconteceu dia 17 de fevereiro, com mais uma idosa de 77 anos; o quinto caso de morte por dengue foi registrado no dia 26 de fevereiro, sendo a vítima um idoso de 89 anos).
DADOS 
A Secretaria Municipal de Saúde informou o seguinte boletim da dengue: 2.172 notificações, 754 positivos por exame laboratorial, 531 positivos por exame clínico/epidemiológico – somando ao todo 1.285 positivos – além de 808 aguardando resultados de exames e 06 óbitos entre os moradores da cidade.
***Com informações da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Penápolis