fbpx

Médico ligado a OSs de Pacaembu pousou com governador Márcio França em Penápolis

No dia 30 de junho, data em que o governador do Estado de São Paulo, Márcio França (PSB), anunciou o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) para Penápolis – o médico anestesista Cleudson Garcia Montali – ligado a OSs Associação Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Pacaembu – foi flagrado descendo da aeronave que trouxe o governador à cidade.  

Uma foto publicada nas redes sociais mostra que ainda na pista do Aeroporto Estadual “Dr. Ramalho Franco”, correligionários recepcionaram o governador Márcio França, enquanto o médico ligado à OSs descia da aeronave.

Médico Cleudson Montali saindo do avião com governador Márcio França (PSB)

Segundo o Aeroporto Estadual de Penápolis “Dr. Ramalho Franco”, o avião pousou em Penápolis às 8h30 da manhã, sendo que no dia, além do governador Márcio França, desembarcou apenas mais um tripulante. Após o desembarque, a aeronave seguiu viagem à Araçatuba. A informação foi obtida com exclusividade pelo Blog do Faria, ainda em novembro. 

Já de acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil, a aeronave de fabricação brasileira é de propriedade de um dos maiores bancos privados do país, contudo, é operado por uma empresa de fabricação de eletrodomésticos sediada no município de Araçatuba.

VISITA

Na sua breve visita à Penápolis, o governador prestigiou a inauguração do Campus II da Fundação Educacional de Penápolis (Funepe), e autorizou também a construção de uma rotatória na via de acesso Sargento Arnaldo Covolan, na entrada do prédio em construção da Bonolat.

Em todo o Estado existem 59 AMEs em funcionamento e o de Penápolis deve atender toda a região. 

Após a visita, de acordo com o Aeroporto de Penápolis, o governador Márcio França usou um helicóptero Águia da Polícia Militar até Araçatuba. De lá pegaria um voo para São Paulo.

OUTRO LADO

O Blog do Faria telefonou para o médico anestesista Cleudson Garcia Montali, mas ele não atendeu às ligações. Já o governador Márcio França, o blog enviou solicitação à assessoria de imprensa do governo, mas, até o fechamento e publicação dessa matéria não havia respondido os questionamentos.

Eu preciso de você para continuar com o jornalismo independente. Assine!