fbpx

PITACOS #82 – Viagem colaborativa, mudança de mindset, posse dos deputados e falta de respeito com a imprensa

Viagem Colaborativa

Há uma semana, o Blog do Faria colocou no ar, uma campanha de crowdfunding denominada Viagem Colaborativa. A ideia era arrecadar R$ 487,88 participar da coletiva de imprensa com o governador João Dória (PSDB), bem como, da posse dos 94 deputados estaduais de São Paulo. O dinheiro seria para arcar com os custos de passagens, alimentação e transporte. Em três dias conseguimos R$ 530,00 e atingimos 108% da meta. 

Coletiva

Então, na última sexta-feira (15), tive a oportunidade de participar da coletiva. O meu objetivo era de questionar o governador João Dória e o secretário de saúde do Estado, José Henrique Germann Ferreira, sobre as questões que envolvem o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) e a rotatória da Rodovia Luciano Arnaldo Covolan. A equipe de imprensa do governo foi muito solicita com as minhas demandas, mas, no dia me disse que seria impossível realizar perguntas, pois, os assuntos seriam outros.

Coletiva II

Mesmo não podendo realizar o meu objetivo, tive a oportunidade de acompanhar a coletiva e constatar o quanto o governador preza pelo seu tempo. Com pontualidade britânica, Dória entrou na sala e participou da coletiva por 40 minutos, expondo os assuntos sem rodeios e respondendo os questionamentos de forma republicana – como um político deve fazer. Ele sim sabe o valor de seu tempo. Diferente do que vimos por aqui. 

Anúncios

Um dos anúncios me chamou a atenção. Uma empresa propôs ao Governo a construção de uma estação em uma das linhas da CPTM e doá-la ao Estado. A iniciativa custará R$ 60 milhões. Segundo o Estado, a empresa tem interesse no investimento porque a estação de trens facilitará o acesso a dois prédios corporativos que possui no local. Este anúncio me fez lembrar uma fala do prefeito Célio de Oliveira (sem partido), que disse ser inviável a inauguração da Bonolat sem a construção da rotatória.

Mindset

Os governos municipais, principalmente, os de porte médio – como é o caso de Penápolis – estão acostumados a fazerem concessões às empresas para que elas possam se instalar nas cidades. De verdade, isso não é errado. Mas, creio que já passou da hora dos próprios governantes mudarem o mindset e propor a iniciativa privada uma nova dinâmica de negociação que onere cada vez menos o próprio poder público. 

Mindset II

Diante disso, a mentalidade não deveria ser de pressionar outro ente público para a construção de uma rotatória – que é necessária – com a justificativa de que seria inviável o funcionamento de uma empresa como a Bonolat. Não tem cabimento uma empresa que está investindo R$ 60 milhões, não entrar em operação pela falta de uma rotatória. Sabemos que a empresa tem de recuperar seu investimento e não irá recuperá-lo com a fábrica fechada. Por isso, diante do anúncio feito pelo Estado para a construção de uma estação de trem – proponho ao município e a empresa que estudem a possibilidade de firmar parceria com o Governo do Estado de São Paulo para a construção da rotatória através de investimento da iniciativa privada. 

Posse

Depois da coletiva, marquei presença na posse dos Deputados Estaduais de São Paulo. A Alesp (Assembleia Legislativa) estava lotada com prefeitos, secretários, vereadores e correligionários. Após a cerimônia, houve a eleição da Mesa Diretora – que reelegeu o deputado tucano Cauê Macris. O que chamou a atenção foi o acordo entre o PSDB e PT que possibilitou a vitória tucana e emplacou a 1º secretária da Casa aos petistas.

Respeito

Faltou respeito por parte da assessoria de imprensa da Alesp – que não garantiu espaço destinado à imprensa para acompanhar a posse e a eleição da mesa diretora. Tive que acompanhar de um gabinete de deputado.

Especial

Neste domingo, publicarei a primeira matéria especial realizada durante a viagem a São Paulo. Espero que gostem! Bom fim de semana!

Deixe a sua opinião sobre o assunto...

Blog do Faria | Todos os direitos reservados.

anuncie | área restrita

Eu preciso de você para continuar com o jornalismo independente. Assine!