fbpx

“Melhor coisa que fiz da minha vida”, afirma Petros ao citar Penapolense

Em recente entrevista para o canal Desimpedidos, do Youtube, o jogador do São Paulo, Petros, afirmou que sua passagem pelo Penapolense, em 2014, foi a melhor coisa que aconteceu na vida. Segundo ele, possuía diversas propostas, inclusive de clubes maiores que jogariam a série B do Campeonato Brasileiro, mas, o seu empresário insistiu que iria jogar pela pantera da noroeste.

“Foi interessante porque eu tinha feito dois anos bons de série B pelo Boa [Esporte]. No primeiro fiz 34 jogos dos 38 e no segundo 35 dos 38, então eu tinha muitos minutos jogados e isso tem importado muito pelos clubes na hora de contratar. Aí eu tinha muitas propostas de série B, de clubes maiores e daí meu empresário disse que eu iria para o Penapolense – esse cara tá ficando louco, como que eu vou pro Penapolense, o time vai jogar dois meses e acabou o ano e se der tudo errado eu estou fudido – todo mundo se apresentou no Penapolense e eu não fui, fiquei em casa. [Disse que] não vou porque são dois meses e eu tenho propostas melhores e meu empresário sempre taxativo: ‘Você vai, se você não vir você não vai pra time nenhum’. Me obrigaram quase a ir pro Penapolense e no fim das contas foi a melhor coisa que fiz da minha vida”, salientou Petros. 

Destaque
Com relação ao destaque o clube teve naquele ano, Petros diz que a direção à época conseguiu montar um time competitivo que resultou no título de campeão do Interior. “[Ninguém imaginaria] que eles iriam montar um time tão competitivo, tão bom como foi aquele. Fazer um paulista bom, ser o campeão do interior e para mim, na realidade foram os dois meses mais intensos e melhores da minha vida porque foi o grande trampolim, que me deu a oportunidade de aparecer para o futebol, que foi quando eu consegui chegar no Corinthians”, finalizou.

apoie o jornalismo independente