Barbudo de opinião
seja membro

Com Célio e Feltrin, Penápolis perdeu 1.023 vagas de empregos

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
celio-feltrin

O mercado de trabalho em Penápolis perdeu 1.023 vagas de empregos, entre maio de 2017 – mês que o prefeito Célio de Oliveira (sem partido) e seu vice Carlos Alberto Feltrin (MDB) assumiram a Prefeitura de Penápolis para o segundo mandato – e dezembro de 2019. Os dados são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia.

De acordo com o Caged, no período foram criadas 13.682 postos de trabalho, enquanto que foram fechadas 14.705 vagas, totalizando um saldo negativo de (-1.023). Se comparado com exatos 32 meses anteriores, entre os meses de setembro de 2014 e abril de 2017, a taxa de desempregados foi de 687% maior.

Naquele período, que engloba 28 meses do primeiro mandato do prefeito Célio de Oliveira e quatro meses do governo interino, do vereador Rubinho Bertolini (SD), o saldo total foi de 130 vagas negativas.

Quando analisado ano a ano, percebe que entre maio e dezembro de 2017, o município teve um saldo negativo de (-591) vagas. Já entre 2018 e 2019, os números negativos foram de (-196) e (-236) respectivamente.

OCUPAÇÕES

Entre as ocupações que mais demitiram, nos anos que Célio e Feltrin governam a cidade, estão tratoristas agrícolas, motoristas de caminhão (rotas regionais e internacionais) e caldeireiro.

Entre os tratoristas agrícolas, os maiores índices de demissões aconteceram em 2017. Ao todo foram 181 desligamentos, contra 56 admissões, totalizando um saldo negativo de 152 vagas.

Em 2018, o cargo de caldeireiro de chapas de ferro e aço, foi o que mais teve trabalhadores demitidos. Ao todo foram 161 demissões e 94 contratações, totalizando saldo negativo de 67 vagas.

E no ano passado, a ocupação que mais demitiu foi de motorista de caminhão de rotas regionais e internacionais, com saldo total de 57 vagas perdidas.

Como você está lendo este texto hoje, tenho um pequeno favor a pedir. É sabido que estamos em momento de crise e incerteza, mas, a solidariedade e a esperança é que me move todos os dias.

Dezenas de leitores, deram um passo para nos apoiar financeiramente. Isso nos mantem abertos e independentes. Ao contrário de outros portais de notícias, o jornalismo profissional do Blog do Faria está disponível para que todos possam ler, independentemente se podem pagar ou não.

Afinal, acreditamos na informação e como ela pode impactar as pessoas, comunidades e/ou inspirá-las a realizar seus sonhos e objetivos. Meu objetivo é oferecer aos leitores uma perspectiva crítica de ações de governo – seja ela, de qual esfera de poder for, pois acabam moldando a realidade a que estamos inseridos.

Cada contribuição, fortalece nosso jornalismo profissional. Apoie o Blog do Faria com apenas R$ 9,90/mês.

comentários

Os comentários não representam a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem.

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER

Lembre-me no mês que vem

Enviaremos a você no máximo duas mensagens no mês que vem.

Comunicar erro

Comunique ao Blog erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Com Célio e Feltrin, Penápolis perdeu 1.023 vagas de empregos

BLOGDOFARIA

Barbudo de opinião

Envie sua notícia