fbpx

Prefeita de Avanhandava tem contas rejeitadas

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email
Share on print

A Câmara Municipal de Avanhandava rejeitou no último dia (14), as contas da prefeita Sueli Navarro Jorge (PSDB) referente ao exercício de 2012, último ano do primeiro mandato. A prefeita diz que vai pedir ao legislativo que reveja a decisão, caso contrário, irá recorrer à justiça.

Por oito votos a um, os parlamentares endossaram o parecer do TCE [Tribunal de Contas do Estado], pela rejeição das contas da administração, pois, o balanço apresentado pela chefe do executivo apontaram falta de pagamento de precatórios, a reversão do resultado orçamentário superavitário de 2,95% referentes a 2011, o aumento do déficit financeiro em 35,55% passando de R$ 1,1 milhão para 1,4 milhões negativos e gastos com pessoal acima dos 56,69%, sendo que o limite prudencial é de 51%.

O TCE observou que o município cumpriu a Constituição Federal quanto aos gastos com a educação básica aplicando 25,81% da receita e 23,63% na saúde, sendo que o limite é de apenas 15%, porém, registrou que esses setores exigem a adoção urgente de providências que melhore as ações desenvolvidas pelo município.

Para a prefeita Sueli Navarro Jorge houve uma precipitação da Câmara Municipal de Avanhandava. “Os vereadores votaram o parecer do TCE sem ao menos ouvir a minha defesa. Temos esperança de reverter isso, por isso mesmo, vamos pedir ao legislativo para rever a decisão. Caso não ocorra vamos recorrer as instâncias superiores”, comenta ao Blog do Faria.

Ela salienta ainda que pode ter havia falta de mais diálogo entre a Câmara e o Executivo neste caso. “Quando nós iríamos apresentar nossa defesa, os vereadores já tinham votado as nossas contas. Creio que faltou esclarecê-los sobre os reais motivos do parecer desfavorável”.

Sueli explica ainda que somente em 2012 foram mais de 400 municípios em todo estado que tiveram as contas rejeitas, pois, foi um ano com a arrecadação baixa.

“Mesmo com a arrecadação baixa nós investimentos em saúde e educação, duas áreas importantes. Nós pagamos diversos exames, compramos medicamentos de alto custo que foi acionados pela justiça, mantivemos uma Santa Casa com médico 24 horas e isso não acontece em outras cidades com o porte de Avanhandava. Além disso, na área da educação fizemos o Plano de Carreira dos professores e arrumamos as salas de aulas das escolas do município”, finaliza.

Votaram favorável ao parecer do TCE os vereadores Aluisio Hernandez (PTB), Ana Lucia Soares Pereira (PTB), Bruno Galvão de Negreiros – Bruno Negreiros (PSDB), Flávio Cassemiro dos Santos (PR), José Antonio Heck Filho – Zezinho do leite (PR), Luís Antônio de Souza (PSD), Marcelo de Oliveira (PR) e Marisa Aparecida Rodrigues Nani (PR). Contra o parecer e a favor da prefeita Sueli Navarro Jorge votou o vereador Vaguinaldo Sanches (PSC).

ARQUIVADO EM:

Deixe sua opinião sobre o assunto...

COMPARTILHE ESTE POST

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on pinterest