Barbudo de opinião
seja membro

Contestando informações, AHBB e Irmandade soltam nota conjunta

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
contestando informações

A AHBB e a Irmandade da Santa Casa de Penápolis, soltaram nota conjunta contestando informações da prefeitura, na ação que pede o ressarcimento de mais R$ 2 milhões repassados ao hospital.

A nota publicada, na tarde desta terça-feira (9), é assinada pelo presidente da AHBB, Dr. Antônio Carlos Pinotti Affonso e pela presidente da Irmandade Simone Regina Pires Stuani.

Segundo os autores, a população precisa conhecer a verdade dos fatos, sem se submeter aos caprichos de um pequeno grupo político que compõe a atual administração da cidade.

“Desde a campanha para o cargo de prefeito, o candidato eleito prometia retirar, AHBB e Irmandade, da administração da Santa Casa de Penápolis, a qualquer custo, mesmo sem conhecer o árduo e constante trabalho dos administradores da Instituição”, salientam.

Leia a nota na íntegra no final da matéria

Sem citar nominalmente o prefeito Caíque Rossi (PSD), eles alegam que o político agiu para concretizar seu desejo político e pessoal, realizando atos ilegais e causando riscos à população.

“[…]como o fechamento do Centro de Referência Covid-19 (Hospital de Campanha) e a transferência dos doentes para a Santa Casa, terminando com o isolamento existente […]”.

E completa: “além de ter procedido com o estrangulamento fiscal da unidade, estando até os dias de hoje inadimplente com suas obrigações financeiras para com a AHBB, e pouco se importando com os profissionais que arriscaram suas vidas em enfrentamento da pandemia na unidade”.

Contestando a intervenção na Santa Casa

Os presidentes da AHBB e da Irmandade contestaram a Prefeitura de Penápolis que decretou intervenção na Santa Casa num momento, segundo eles, de grande dificuldade financeira.

“A contratação da AHBB se deu, justamente, para a melhoria na qualidade do atendimento e maior economicidade para o Poder Público e os serviços, e até a malfadada intervenção, estava sendo executada com base na excelência […]”.

E continua: “[…] talvez por isso, um pequeno grupo com interesse político, e não jurídico, ou mesmo moral, descontente com o trabalho que vinha sendo executado, passou a utilizar os argumentos agressivos visando tomar para si, aquilo que não têm capacidade para realizar”, explicam.

FGTS E UTI

Na nota, Dr. Pinotti e Regina Stuani deixam claros que os débitos com FGTS e INSS não quitados pela própria prefeitura foi durante intervenção municipal, entre junho de 2015 e junho de 2019. Naquele período, a intervenção foi realizada pelo ex-prefeito de Penápolis, Célio José de Oliveira.

Eles explicam ainda que realizaram o parcelamento dos débitos e que todos os recursos repassados foram investidos dentro do hospital, sobretudo para pagamento de colaboradores.

“[…] não existe eventual desvio das verbas e ninguém se aproveitou para enriquecer à custa do erário público como querem plantar. Todas as prestações de contas foram entregues, bem como todos os documentos comprobatórios estão arquivados e serão exibidos judicialmente”.

Já com relação à UTI, dizem ser mentirosas as informações, pois, os recursos foram empregados adequadamente e as contas prestadas.

Raio-X

Contestando sobre as possíveis tentativas de incluírem a AHBB na investigação denominada Raio X e que prendeu o então secretário de saúde de Penápolis, Wilson Carlos Braz, os autores dizem que não cometeram crimes.

“todavia, a instituição e nenhum de seus membros nunca foram acusados como autor de crime”. E completa: “Mesmo não havendo nada que comprove a prática de qualquer crime, a cada oportunidade, ainda que incredível, insistem em apresentar narrativa que não corresponde à verdade dos fatos”.

Os presidentes finalizam dizendo que a ação por improbidade administrativa será rebatida juridicamente, provando toda a armação da qual são vítimas.

Como você está lendo este texto hoje, tenho um pequeno favor a pedir. É sabido que estamos em momento de crise e incerteza, mas, a solidariedade e a esperança é que me move todos os dias.

Dezenas de leitores, deram um passo para nos apoiar financeiramente. Isso nos mantem abertos e independentes. Ao contrário de outros portais de notícias, o jornalismo profissional do Blog do Faria está disponível para que todos possam ler, independentemente se podem pagar ou não.

Afinal, acreditamos na informação e como ela pode impactar as pessoas, comunidades e/ou inspirá-las a realizar seus sonhos e objetivos. Meu objetivo é oferecer aos leitores uma perspectiva crítica de ações de governo – seja ela, de qual esfera de poder for, pois acabam moldando a realidade a que estamos inseridos.

Cada contribuição, fortalece nosso jornalismo profissional. Apoie o Blog do Faria com apenas R$ 9,90/mês.

comentários

Os comentários não representam a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem.

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER

Lembre-me no mês que vem

Enviaremos a você no máximo duas mensagens no mês que vem.

Comunicar erro

Comunique ao Blog erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Contestando informações, AHBB e Irmandade soltam nota conjunta

BLOGDOFARIA

Barbudo de opinião

Envie sua notícia