Barbudo de opinião
seja membro

Discussão sobre fonte, expõe fragilidade do atual governo

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Discussão

A discussão entre o prefeito Caíque Rossi e o ex-prefeito Célio de Oliveira, sobre a fonte luminosa da Praça Carlos Sampaio, só expõe a fragilidade da atual gestão. Explico. 

Pouco mais de 10 mil penapolenses decidiram, muitos na última hora, em votar no Caíque para esquecer de vez a gestão desastrosa de Célio e Feltrin. Eu disse: Esquecer! 

Entretanto, nos primeiros onze meses, Caíque nos faz lembrar, quase que diariamente, da gestão passada, por vezes, tentando comparar possíveis feitos. 

Mas, no caso da Fonte Luminosa, só mostrou a fragilidade de um governo claudicante, que ainda precisa se reafirmar todos os dias. 

Discussão desnecessária

Caíque não precisava, por exemplo, insinuar que os motores estariam em Birigui. Pois, ele mesmo apresentou o dono da empresa, que possui uma filial em Penápolis, dizendo que os equipamentos seriam entregues nesta semana. 

Caíque não precisava, por exemplo, usar de meios oficiais para “expor” a situação da casa de bombas, uma vez que, sua própria gestão teve 11 meses para fazer alguma coisa e não o fez. 

O próprio Célio reconheceu em seu programa de rádio, que ao entregar a iluminação da praça, que a fonte não estava funcionando na sua capacidade total. Mas, a imagem que fica é de uma fonte – ainda que “meia boca” – funcionando no final de 2020, ainda na gestão de Célio. 

Em contraponto, a única imagem de Caíque é de um prefeito com R$ 200 milhões/ano de orçamento, reclamando que não tem R$ 250 mil para reformar uma simples fonte. Saiba: 250 mil é 0,125% do orçamento total. 

Com um mínimo de planejamento e reservando apenas R$ 23 mil por mês, já teriam o dinheiro total para a reforma da fonte. Contudo, Caíque prefere um discurso mais fácil de vender à população, comparando alhos com bugalhos. Isto é, dizendo que se consertar uma fonte, faltará dinheiro para a saúde e/ou educação. Não é verdade! 

Caíque expõe seu capital político e se envolve diretamente em ações desagradáveis, somente para impor e reafirmar seu poder. Todavia, um líder, verdadeiramente poderoso, não cria ou se envolve numa discussão como essa. 

Pelo contrário, o líder se cerca de coisas boas e ele próprio anuncia as conquistas. Porém, neste caso, o Caíque perdeu a oportunidade!

Como você está lendo este texto hoje, tenho um pequeno favor a pedir. É sabido que estamos em momento de crise e incerteza, mas, a solidariedade e a esperança é que me move todos os dias.

Dezenas de leitores, deram um passo para nos apoiar financeiramente. Isso nos mantem abertos e independentes. Ao contrário de outros portais de notícias, o jornalismo profissional do Blog do Faria está disponível para que todos possam ler, independentemente se podem pagar ou não.

Afinal, acreditamos na informação e como ela pode impactar as pessoas, comunidades e/ou inspirá-las a realizar seus sonhos e objetivos. Meu objetivo é oferecer aos leitores uma perspectiva crítica de ações de governo – seja ela, de qual esfera de poder for, pois acabam moldando a realidade a que estamos inseridos.

Cada contribuição, fortalece nosso jornalismo profissional. Apoie o Blog do Faria com apenas R$ 9,90/mês.

comentários

Os comentários não representam a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem.

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER

Lembre-me no mês que vem

Enviaremos a você no máximo duas mensagens no mês que vem.

Comunicar erro

Comunique ao Blog erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Discussão sobre fonte, expõe fragilidade do atual governo

BLOGDOFARIA

Barbudo de opinião

Envie sua notícia