fbpx

PITACOS #10

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email
Share on print
SENTENCIADO 
Na última semana, o Juiz de Direito Marcelo Yukio Misaka, condenou o ex-vereador e atual secretário de Desenvolvimento, Trabalho e Turismo, Hugo Tadeu Montanari Crepaldi e seu corréu Dr. Rossano Jorge Nanni Rinaldi a devolverem aos cofres públicos a valor de R$ 984,61 mais juros, bem como, duas vezes o valor do dano a título de multa civil. 
O CASO
Em 2009, o munícipe Cristiano Alves, conhecido popularmente como Palhaço Maionese, denunciou à Câmara Municipal e ao Ministério Público, que o então vereador Hugo Crepaldi, estaria lesando os cofres públicos, pois, estaria emitindo junto ao Dr. Rossano, atestados médicos para justificar suas faltas nos trabalhos desenvolvidos no DER em detrimento de viagens pela Câmara no mesmo período. 
CPI
A Câmara Municipal chegou abrir uma CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar as denúncias contra vereador. Os parlamentares Tiquinho (PSDB), Ricardinho Castilho e Dr. Rodolfo, na época, ambos do PV, membros da comissão emitiram parecer absolvendo Hugo Crepaldi por faltas de provas. O único vereador a votar a favor da cassação foi o Prof. Luiz. 
FICHA LIMPA
Corre nos bastidores que com essa sentença, o ex-vereador Hugo Crepaldi, perderia seus direitos políticos por oito anos, pois, cairia na lei da ficha limpa. Entretanto, há entendimento entre os advogados que pude consultar de que mesmo que essa sentença trate de um ato de improbidade administrativa, o ex-parlamentar já devolveu o dinheiro de oito dos doze dias de atestados falsos que ele havia emitido. Portanto, mesmo com a condenação ele continuará ficha limpa. 
SANTA CASA 
O vereador Caíque Rossi (PSD) requereu a Santa Casa informações detalhado da dívida da entidade. Segundo ele, esse déficit impagável foi contraído durante o governo Firmino Ribeiro Sampaio (PSDB), entre os anos de 1998 a 2004. Para o vereador Dr. Rodolfo essas despesas foram descobertas no governo João Luis, depois que fizeram a atualização desses dados e que agora o prefeito Célio de Oliveira esta arcando com essas responsabilidades. 
SANTA CASA II
Já na semana passada o vereador Lucas Casella (PROS), cobrou veementemente um posicionamento dos vereadores Prof. Luiz e Tiquinho, ambos do PSDB, junto ao governo do Estado de São Paulo, sobre o Pró Santa Casa, pois, havia em época de campanha uma promessa do próprio governador Geraldo Alckmin de aumentar o repasse para a entidade.
SANTA CASA III
Nesta semana, Dr. Rodolfo (PROS) e Caíque Rossi (PSD), entraram na briga dizendo que os vereadores do PSDB andam nos corredores da Santa Casa falando que os parlamentares não querem repassar dinheiro a entidade. Segundo Dr. Rodolfo esse tipo de política é rasteira e que denigre ainda mais a imagem da boa política. 
AVAPE
Na sessão dessa segunda, o enfermeiro Adão Rodrigues da Silva, do Macro II, usou a tribuna livre para falar sobre o caos dentro da AVAPE. Segundo ele, os quase cem funcionários da empresa entrarão a partir do dia 02 em aviso prévio e sem a garantia de receber 13º salário, fundo de garantia e os acertos da rescisão. 
AVAPE II
Para o vereador Alexandre Gil (PT), a situação é ainda mais preocupante, pois a atual administração não abriu se quer edital para contratar a empresa que fará o concurso público de agentes comunitários e, solicitou em requerimento verbal a realização de uma audiência pública para tratar do assunto. Já o vereador Tiquinho (PSDB) requereu informações sobre se haverá ou não a realização do concurso? Ou se a prefeitura arcaria com os encargos trabalhistas? 
DESCONTENTAMENTO
Ontem a convite do enfermeiro Adão Rodrigues, pude participar de uma reunião dos agentes comunitários de saúde e constatei o descontentamento de todos os envolvidos, pois, segundo eles ficam um jogo de empurra-empurra de ambas as partes – AVAPE e Prefeitura Municipal. A comoção é geral, uma vez que eles trabalharam e desejam receber o que lhes são devidos. 
AÇÃO
Na última semana, os agentes tiveram encontro com o promotor Adelmo Pinho e, com representantes da AVAPE e da Prefeitura Municipal para resolverem esse caso. Entretanto, até na tarde de segunda-feira a prefeitura não tinha divulgado uma resposta. Caso não haja uma resposta os agentes de saúde estão dispostos ir até o fim para conseguir resolver da melhor maneira, já que, os maiores prejudicados dessa lentidão será mesmo a população em geral. Vale lembrar, que todos eles sem exceção são país de família e necessitam de certa urgência, pois precisam pagar suas contas em dia.

ARQUIVADO EM:

Deixe sua opinião sobre o assunto...

COMPARTILHE ESTE POST

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on pinterest