fbpx

FERNANDA SOUZA É CAMPEÃ PAULISTA ESTREANTE DE FISICULTURISMO

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email
Share on print
Com o título em Osasco a penapolense garante vaga no paulistão da modalidade na categoria Figure 2, que ocorre no mês de maio em São Paulo
Fernanda após a ganhar as duas competições entre o técnico e marido Zé Paulo (a esq.) e seu preparador Daniel Montalvão (a. dir)
Com o número 59, a atleta gliceriense mas radicada há 9 anos em Penápolis Fernanda Souza, 31, sagrou-se campeã no Campeonato Paulista Estreante da Nabba (National Association Bodybuilding Amador) de Fisiculturismo na categoria Figure 2, para mulher com até 1,63 m. O evento ocorreu no último dia 15 de março, na cidade de Osasco. 
Mas para chegar bem na competição que a classificou para o Campeonato Paulista de Fisiculturismo – o Paulistão – que acontecerá em São Paulo no dia 9 de maio, Fernanda vem se preparando a pelo menos um semestre. 
Em junho do ano passado, Fernanda decidiu procurar o preparador físico e o nutricionista Daniel Montalvão de São José do Rio Preto para orientá-la numa dieta. O resultado foi surpreendente, pois, em 40 dias o corpo de Fernanda começou a dar grandes rendimentos. 
Com isso veio o convite de Daniel para competir nos campeonatos de fisiculturismos que viria pela frente. Foram sete meses de incansáveis preparação. 
Nos últimos dois meses por exemplo (momento onde começa a definir o corpo para a competição), Fernanda teve uma alimentação regrada apenas por arroz e batata doce. 
Durante o competição ela participou em três momentos – a prévia – instante onde os jurados analisam quem realmente está mais preparada. A coreografia (sequência de poses apresentada com uma música de fundo), onde teve a participação de dois dançarinos  penapolenses – Pablo Guedes e Ana Claudia Augusti, da academia de dança Sandro Fabretti. E o combate última apresentação antes do resultado final. 
De acordo com o treinador e marido José Paulo da Silva do Valle, Fernanda teve 1 minuto para apresentar diversas poses para que os jurados pudessem analisar. “Nesta categoria os jurados analisaram volume muscular, definição, assimetria e proporção”, comenta. 
Após ganhar a categoria Figure 2, ela consagrou-se campeã da noite (overall) quando concorreu com a campeã da Figure 1, acima de 1,64 m. 
PREPARAÇÃO 
Nas competições de fisiculturismo existe dois momentos importantes – o período ‘Off Season’ – fora de época de competição onde o atleta ganha massa muscular e tem gordura e água pelo corpo. 
O período ‘Pré Contest’ – momento antes das competição que a atleta segura e começa tirar a gordura e a água do corpo para tê-lo definido. Para se ter uma ideia Fernanda chegou com 2% de gordura no corpo durante a competição do paulista estreante. A título de comparação uma não atleta chega ter acima de 6% de gordura no corpo. 
Na competição a preparação prevê também que ela tome vinho tinto seco para dilatar as veias – pois isso mostra que entre a pele e o músculo existe uma ‘película mínima’ de gordura e água. 
Zé Paulo salienta que praticar o fisiculturismo é viver o esporte 24 horas por dia, pois, o seu corpo é o instrumento. Para se ter uma ideia existe uma estimativa de que apenas 0,3% são fisiculturistas no mundo. 
Há alguns anos a dupla vem se preparando, pois, o Zé Paulo se especializou em fisiculturismo com o professor Valdemar Guimarães – um dos melhores profissionais no Brasil. 
“Principalmente para o fisiculturismo feminino pois a mulher não tem testosterona para definir os músculos, o que o torna um trabalho diferenciado” comenta. 
Para Zé Paulo uma junção de fatores fez da Fernanda Souza uma atleta diferenciada. “Para chegar no corpo que a Fernanda tem hoje precisou de 100% de dedicação, tanto, nos exercícios, na alimentação e também no descanso, afinal você é o que você repetidamente faz” e completa: “Ela faz 1 hora e 30 minutos de treino por dia, em dois período de 45 minutos”. 
Depois da competição ela teve uma semana livre para repor o que ela estava perdendo nas últimas semanas ajudando a recuperar a musculatura. “Nossa pra mim foi um alívio, pois, puder comer bastante chocolate que eu amo”, comenta toda alegre. 
A MULHER 
Há nove anos, Fernanda Souza começou a frequentar as academias quando ainda morava em Glicério. “Eu ia todo dia para Birigui fazer academia”, foi quando surgiu a oportunidade de trabalhar como auxiliar de contabilidade no Posto Caneco de Ouro. “Resolvi então mudar de academia e praticar aqui em Penápolis, foi quando conheci a Body World e o Zé Paulo”. 
Fernanda tem uma rotina como de todas as outras mulheres, arruma a casa, faz comida para o marido e ainda dá atenção para seu filho de 14 anos. Entretanto, o choque cultural de ver uma mulher de corpo totalmente definido faz com que muitas pessoas a parem na rua e perguntarem se sente-se feminina. “Toda vez que me perguntam isso eu respondo com uma frase da Cinara Polido – ‘Músculos não tiram a feminidade. Ser feminina é questão de atitude ou você tem ou você não tem'”, salienta. 
Porém, parte da família de Fernanda não aceita seu novo estilo de vida. “O estilo de vida que escolhi para mim choca e muito minha família, eles fazem parte das famílias tradicionais que curtem um bom churrasco ou uma feijoada, mas no momento estou focada nas competições, então evito de ir para Glicério para não criar mal estar”. 
O que a alimenta de esperança para se sair bem nas próximos competições é o incentivo dos amigos e de alguns familiares. “A cada competição recebo mensagens de incentivo e isso me motiva demais para continuar. Para se ter uma ideia, uma galera fechou uma van para ir me ver competir. Isso é maravilhoso”, finaliza. 

Atleta se prepara para os próximos desafios 

Fernanda Souza se prepara para os próximos desafios junto de seu técnico e marido José Paulo da Silva do Valle
Focada no paulistão, agora Fernanda Souza afirma que irá se preparar ainda mais até poucos dias antes a data da disputa e vai procurar retornar com um resultado positivo. 
“Estou com uma expectativa muito boa para o paulistão. Vou continuar com minhas atividades na academia para manter o físico que se encaixe nos padrões da competição. Mesmo mantendo o corpo em dias com a preparação, sei que não é fácil, mas vou tentar deixar tudo certo com relação a dieta e treinos. Estou com foco total para o Paulistão, o campeonato fica a cada vez mais difícil e acirrado, mas a cada competição fico mais experiente – disse.
Essa é a primeira vez que a atleta participou da categoria Figure 2 da NABBA, que é uma das mais suaves e não requer muitas definições e marcações nos músculos mantendo a feminilidade maior das mulheres.

ARQUIVADO EM:

Deixe sua opinião sobre o assunto...

COMPARTILHE ESTE POST

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on pinterest