fbpx

Governo Célio de Oliveira recusa passar informações sobre ‘funcionária fantasma’

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email
Share on print

O governo do prefeito Célio de Oliveira (PSDB), recusa de passar informações sobre as faltas da funcionária da Santa Casa de Misericórdia de Penápolis. Caso foi denunciado na última segunda-feira (27), pelo vereador Júlio Caetano (PSD) – o mesmo que chamou a imprensa de ‘babaca’.  

O Blog do Faria usou do Serviço de Informação ao Cidadão (SIC) da Prefeitura de Penápolis, para solicitar as informações, porém, de forma ágil a administração se recusou em passar mais detalhes sobre o caso.

O ‘porta voz’ do governo municipal é o ex-vereador Jonas Chamarelli, que foi alçado pelo prefeito Célio de Oliveira para ser o “dificultador geral do município”.

Na manhã de ontem (30), enviei as seguintes perguntas:

O ‘dificultador geral’ fez este questionamento:

Respondi perguntando o que era mais específico que uma funcionária que falta desde o dia 8 de novembro.

O ‘dificultador’ então me pede para ser mais claro e envia diversos artigos que de nada tem a ver com o pedido. Claramente para dificultar o acesso.

Retornei dizendo que ele era que não estava sendo claro e pedi para me dizer quais artigos estaria infringindo.

 

A pérola do ‘dificultador geral do município’ foi dizer-me para procurar o vereador e a resposta que estaria com ele.

Claramente, o ‘dificultador geral do município’ do governo Célio de Oliveira está dificultando o acesso as informações de um caso gravíssimo e que por sinal, nem o prefeito, nem o secretário Carlos Braz e ou a direção do hospital se posicionou com relação ao caso da ‘funcionária fantasma’.

ARQUIVADO EM:

Deixe sua opinião sobre o assunto...

COMPARTILHE ESTE POST

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on pinterest