fbpx

Governo Célio de Oliveira recusa passar informações sobre ‘funcionária fantasma’

Ricardo Faria

Ricardo Faria

Ricardo Faria, é jornalista e autor do Blog do Faria.

O governo do prefeito Célio de Oliveira (PSDB), recusa de passar informações sobre as faltas da funcionária da Santa Casa de Misericórdia de Penápolis. Caso foi denunciado na última segunda-feira (27), pelo vereador Júlio Caetano (PSD) – o mesmo que chamou a imprensa de ‘babaca’.  

O Blog do Faria usou do Serviço de Informação ao Cidadão (SIC) da Prefeitura de Penápolis, para solicitar as informações, porém, de forma ágil a administração se recusou em passar mais detalhes sobre o caso.

O ‘porta voz’ do governo municipal é o ex-vereador Jonas Chamarelli, que foi alçado pelo prefeito Célio de Oliveira para ser o “dificultador geral do município”.

Na manhã de ontem (30), enviei as seguintes perguntas:

O ‘dificultador geral’ fez este questionamento:

Respondi perguntando o que era mais específico que uma funcionária que falta desde o dia 8 de novembro.

O ‘dificultador’ então me pede para ser mais claro e envia diversos artigos que de nada tem a ver com o pedido. Claramente para dificultar o acesso.

Retornei dizendo que ele era que não estava sendo claro e pedi para me dizer quais artigos estaria infringindo.

 

A pérola do ‘dificultador geral do município’ foi dizer-me para procurar o vereador e a resposta que estaria com ele.

Claramente, o ‘dificultador geral do município’ do governo Célio de Oliveira está dificultando o acesso as informações de um caso gravíssimo e que por sinal, nem o prefeito, nem o secretário Carlos Braz e ou a direção do hospital se posicionou com relação ao caso da ‘funcionária fantasma’.

JORNALISMO INDEPENDENTE

SEJA MEMBRO DO BLOG DO FARIA

APOIE O NOSSO PROJETO

R$9,90/mês

os primeiros 7 dias grátis

apoie o jornalismo independente