fbpx

Governo de SP publica distrato contratual com OSs que gerenciaria AME em Penápolis

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email
Share on print

O Governo do Estado de São Paulo publicou no último sábado (27), no Diário Oficial, o Termo de Distrato Contratual com a OSs Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Pacaembu – assinado no último dia útil de 2018, ainda na gestão do ex-governador Márcio França (PSB), para gerenciar o Ambulatório Médico de Especialidades (AME Cirúrgico) em Penápolis.
A extinção assinada pelo Secretário de Saúde Dr. José Henrique Germann Ferreira e o presidente da entidade Wilson Pereira da Silva, prevê ainda a restituição imediata dos recursos financeiros depositados à Organização – algo em torno de R$ 6,4 milhões – que segundo a própria secretaria já havia sido devolvido no último dia 12 de março.

Suspensão
Em fevereiro, a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, confirmou a suspensão do Ambulatório Médico de Especialidades (AME) em Penápolis. Na época, a secretaria afirmou que será necessária a realização de novos estudos para embasar a implantação de um novo serviço em local que atenda adequadamente a região.
“A pasta avaliou o processo referente ao AME (Ambulatório Médico de Especialidades) de Penápolis, firmado na gestão anterior com a Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Pacaembu e, tecnicamente, considerou necessária a realização de novos estudos para embasar a implantação de um novo serviço em local que atenda adequadamente a região. Por isso, o contrato foi suspenso. A pasta será ressarcida de todos os valores repassados para a OSS”.
A Secretaria de Estado da Saúde informou ainda que está fazendo um levantamento técnico e epidemiológico para avaliar as demandas de todas as regiões do Estado. Segundo eles, a medida busca otimizar serviços existentes e implantar novos serviços onde forem identificadas necessidades.
“A população de Penápolis e dos demais municípios da região de Araçatuba já conta com o Hospital Estadual de Mirandópolis, unidade de média complexidade que realiza mais de 6,5 mil atendimentos, entre consultas, exames, cirurgias e internações. Há ainda dois AMEs Mais, localizados em Araçatuba e Andradina. Ambos ofertam, juntos, mais de 17 mil consultas e cerca de 1,5 mil cirurgias mensalmente”, explicou em nota a Secretaria de Saúde.

ARQUIVADO EM:

Deixe sua opinião sobre o assunto...

COMPARTILHE ESTE POST

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on pinterest