fbpx

Ivan Sammarco é eleito presidente da Câmara de Vereadores de Penápolis

Já na madrugada dessa terça-feira (11), o parlamentar Ivan Eid Sammarco (PPS) foi eleito o novo presidente da Câmara de Vereadores de Penápolis. Por 7 votos a 6, ele derrotou o vereador Carlos Alberto Soares da Silva, também do PPS, que igualmente pleiteava o cargo. 

Ivan vai comandar o poder legislativo no biênio 2019-2020 – que teve pela primeira vez na história uma votação para a presidência decidida num segundo turno. Isso por que, no primeiro turno, os vereadores do PPS empataram com cinco votos cada e o vereador Júlio César Caetano (PSD), obteve apenas três votos. 

Na segunda votação, além dos votos de Roberto Delfino (MDB), Reginaldo Sacomani e Evandro Tervedo (DEM), Tiquinho (PSDB), Ivan Sammarco conseguiu os votos de Júlio Caetano e Dr. Rodolfo, ambos do PSD, totalizando sete votos. 

Já Carlão, conseguiu os votos de Ziza do Nascimento (MDB), Bruno Marcos, Cabeça do Coletivo e Ester Mioto (PSD) e Rubinho Bertolini (SD). 

VOTO DECISIVO

O voto decisivo foi do vereador e líder da oposição, Dr. Rodolfo (PSD). Em seu voto disse que a decisão de votar entre Carlão e Ivan era muito sutil. 

“Eu procurei analisar e ponderar todo o contexto para chegar a uma decisão. Comecei a ponderar o que foram os votos, de quem foram os votos e como foram os votos. Pelo que eu tenho de conhecimento, o Carlão seria cabeça de chapa, o pastor (Bruno Marcos) de vice – ainda não foi votado, mas acho que este é o acordo. Cabeça votou, o Rubinho votou. Do outro lado, votou pro Ivan o Evandro. Vou pesar uma coisa aqui muito sutil. Que vai ser o meu voto viu Júlio. Não estou votando nem Carlão, nem no Ivan, eu estou ponderando Ziza, pelas pessoas que votaram. Pela palavra que a gente esperava que fosse cumprida. Com base nisso daí, estando no lado do Carlão, o Pastor, o Cabeça e o Rubinho, eu vou votar no Ivan”, explicou.

MESA

A mesa diretora da Câmara de Vereadores de Penápolis para o próximo biênio será composta também pelos vereadores: 1º secretário – Adalgiso do Nascimento (MDB); 2º secretário – Júlio César Caetano (PSD) e Vice-presidente – Nardão Sacomani.