fbpx

MORTE POR DENGUE

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email
Share on print
A Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Penápolis, veiculou nos jornais impressos do município a notícia de que a morte do jovem Daniel Brandão, de 33 anos, na última quinta-feira, 5, pode ter sido causado pela dengue, pois, os exames davam como positivos. 
Entretanto, a assessoria afirmou que mesmo a vítima ter contraído a doença, não se pode confirmar a causa real do falecimento visto que estão em andamento uma série de exames e investigações sobre a morte do jovem. 
De acordo com a nota, Daniel integrava o chamado grupo de risco, que é formado por pacientes que tenham, por exemplo, doenças como câncer e diabetes, doenças hepáticas, hipertensão, pessoas que fizeram transplantes, crianças até 10 anos, idosos e gestantes. 
Já o secretário municipal de Saúde, Alex Marques Cruz, revelou que estão sendo recolhidos prontuários existentes com outros médicos, com os quais o paciente se tratava do seu problema. Por esta razão, a análise do caso ainda deve levar mais alguns dias para ser concluída. 
BOLETIM
De acordo com o Serviço de Vigilância Epidemiológica, Penápolis registrava, até o dia 6 de fevereiro, 256 casos positivos da doença, 885 casos notificados e 596 que aguardam a confirmação do exame de sorologia da dengue. 

ARQUIVADO EM:

Deixe sua opinião sobre o assunto...

COMPARTILHE ESTE POST

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on pinterest