fbpx

Penapolenses acompanharão de perto as emoções que a Copa do Mundo proporciona

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email
Share on print
Foram vendidos mais de três milhões de ingressos, dos quais 60% do total foram adquiridos por brasileiros
Marcelo Manzatti radicado em Brasília há 8 anos terá a oportunidade de acompanhar os jogos pela primeira vez

A menos de uma semana para o início da Copa das Copas no Brasil, muitos brasileiros já garantiram os ingressos para assistirem aos jogos mundial. 
Segundo a FIFA (Federation International Football Association), organizadora do torneio, até na última quinta-feira, 5, já foram vendidos mais de 3 milhões de bilhetes para os 64 jogos. Foram mais de 11 milhões de solicitações no site da entidade. 
Os brasileiros ficaram com 60% dos ingressos, enquanto que os estrangeiros ficaram com os outros 40%. Os três países que mais compraram, além do Brasil, foram Estados Unidos, Argentina e Alemanha. 
Entre os sortudos que acompanharão os jogos nos estádios do mundial, existem alguns penapolenses, que participam desta festa pela primeira vez. É o caso do advogado Fernando Pereira, 33 anos, que após se cadastrar no site, foi sorteado para acompanhar as quartas de finais em Brasília. 
“Foi um sonho realizado. Nós que fizemos o cadastro em agosto do ano passado, fomos sorteados em outubro antes mesmo de a tabela oficial ser sorteada”, comentou Pereira. 
Segundo Pereira, a FIFA disponibilizava a oportunidade de cadastrar acompanhantes. “Eu cadastrei o meu amigo Márcio Luis Monteiro de Barros e ele me cadastrou, pois isso aumentaria nossas chances de conseguir um bilhete. Ele conseguiu na minha sorte”, disse em risos. 
Ele conseguiu para o jogo 60, no dia 05 de julho, que provavelmente terão em campo Cristiano Ronaldo, por Portugal e Leonel Messi, pela Argentina. 
“Será um momento histórico, pois não iremos presenciar outra copa nos próximos 50 anos em nosso país. Ver os dois melhores do mundo em campo com certeza será um momento ímpar”, salienta. 
Fernando sairá com seu amigo Márcio, de carro, de Penápolis rumo a Brasília, para acompanhar o jogo. Já o gerente administrativo, Marcelo Manzatti, 43, outro penapolense, radicado há sete anos no distrito federal, acompanhará o clima de festa da janela de sua casa, pois mora ao lado do estádio Mané Garrincha. 
“Eu sou um apaixonado por futebol desde moleque, acompanhando as copas desde 1978. Assisto a todos os jogos, tentei ir à África na Copa passada, mas não foi possível. E agora ir aos jogos no Brasil será a realização de um sonho”, comenta. 
Segundo ele, se cadastrou para comprar os jogos da seleção brasileira e de todos os jogos realizados em Brasília. “Infelizmente não consegui o jogo do Brasil, mas tenho as entradas para Suiça X Equador; Colômbia X Costa do Marfim; Portugal X Gana; um jogo das oitavas e a disputa por terceiro e quarto lugar”, diz. 
Ansioso Manzatti já retirou todos os ingressos dos jogos na tarde da última quinta-feira, 5, em um dos postos de retirada montados pela FIFA, nas cidades-sedes. 
INÍCIO
A história da Copa do Mundo de Futebol da FIFA se iniciou em 1928, após o francês Jules Rimet assumir o comando da instituição mais importante do futebol mundial, a FIFA.
Durante um dos congressos da entidade, Rimet conseguiu a aprovação para criar um torneio internacional. A primeira Copa do Mundo ocorreu em 1930, no Uruguai, com a participação de 13 equipes convidadas (Uruguai, Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai, Peru, Bélgica, França, Iugoslávia, Romênia, México e Estados Unidos). Consagrando-se campeã o país-sede. 
A taça de ouro original levou o nome de Jules Rimet e foi disputada três vezes nos anos de 1930, antes da Segunda Guerra Mundial interromper o campeonato por doze anos. 
BRASIL NAS COPAS
A Seleção Brasileira é a única a participar de todas as copas do mundo de futebol. 
O Brasil iniciou sua caminhada em Copas do Mundo, participando da primeira competição em 1930, no Uruguai. A seleção entrou em um triangular com Iugoslávia e Bolívia, onde somente o primeiro do grupo se classificaria. A seleção dói eliminada na primeira fase. 
Após a paralisação de 12 anos por causa da Guerra Mundial, o Brasil foi escolhido país-sede do maior torneio de futebol. A Seleção Brasileira era tida como favorita ao título, classificando em 1º em seu grupo. No quadrangular final, goleou Suécia pelo placar de 7 a 1 e a Espanhola por 6 a 1, chegando ao último jogo precisava somente de um empate contra o Uruguai para ser o campeão. Mas, o Uruguai venceu o Brasil por 2 a 1 de virada. A tragédia foi tão grande que o fato passou a ser chamado de Maracanazo. 

Oito anos depois, em 1958, na Suécia veio o nosso primeiro título. Ganhou de seleções fortíssimas como Inglaterra, União Soviética, Áustria, País de Gales, e França. Na final, o Brasil enfrentou a Suécia, ganhou de 5 a 2. Foi a primeira Copa do Mundo de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, então com apenas 17 anos. Depois vieram as conquistas de 1962, 1970, 1994 e 2002, tornando-se a única pentacampeã mundial.

ARQUIVADO EM:

Deixe sua opinião sobre o assunto...

COMPARTILHE ESTE POST

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on telegram
Share on pinterest