fbpx

Roberto Delfino não cita Célio em discurso de agradecimento

O vereador Roberto Delfino (MDB) não citou o prefeito condenado Célio de Oliveira (sem partido) em seu discurso de agradecimento, na noite dessa segunda-feira (8), durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Penápolis, após campanha para deputado federal. Delfino obteve 4.119 votos ao todo. 

“Nós tivemos uma eleição, onde eu tive a oportunidade de disputar o cargo de deputado federal pela cidade e região. Eu quero agradecer meu partido, ao Ziza do Nascimento, o vice-prefeito Feltrin, os companheiros que estiveram me ajudando, enfim, agradecer a todos, agradecer a minha família, principalmente, a Deus, e nossos irmãos que nos ajudou”, agradece.  

Logo em seguida reconhece a disposição do povo penapolense em votar. “Quero agradecer ao povo de Penápolis. Agradecer aquelas pessoas que votaram, eles que não votaram, onde eu tive o total de 4.117 votos. Agradecer a todos, agradecer a Deus”, salienta. 

E termina fazendo a reflexão de que não é fácil participar de uma eleição. “É sabido que não é fácil disputar uma eleição. É difícil, Passamos por muitas coisas, a gente larga à família em segundo plano. A gente larga outras coisas para correr atrás do voto, mas, continuarei com o cargo de vereador, estando sempre a disposição da população”, finaliza. 

Em um áudio que circulou na semana passada, o vereador e candidato a deputado federal Roberto Delfino (MDB), expõe que o prefeito Célio não está ajudando sua campanha para uma cadeira no Congresso Nacional. 

Segundo ele, em nenhum momento Célio o ajudou no decorrer da campanha. “Bom dia a todos do grupo. Eu quero cumprimentar a todos. Também aqui quero agradecer, o prefeito Célio que em nenhum momento me ajudou no decorrer dessa campanha”, ironiza.

No final da mensagem diz ainda que os vereadores [da base] tem colocado o pescoço na guilhotina – fazendo alusão a pena de morte por decapitação utilizada durante a Revolução Francesa.

“Prefeito obrigado. Nós vereadores, temos posto nosso pescoço na guilhotina, para te defender, para aprovar teus projetos. O senhor não tem mostrado isso neste tempo comigo”. E volta a ironizar: “Nós estamos aí há uma semana das eleições, mas, de todo jeito agradeço por tudo.  Obrigado. Nada como o dia atrás do outro e uma noite no meio. Fica com Deus. Obrigado pelo seu apoio. Você me mostrou quem você é neste decorrer para mim. Obrigado”, finaliza o áudio.