fbpx

Cisa dispensa cumprimento de jornada pelos empregados em grupo de risco

Os empregados públicos do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Microrregião de Penápolis (CISA) e ou servidores a ele cedidos que se enquadrem nos grupos de risco, classificados pelas normas da Organização Mundial de Saúde (OMS), Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde, estão dispensados do cumprimento de sua jornada de trabalho, inicialmente pelo prazo de 21 dias, com vistas à prevenção de contágio e disseminação do Coronavírus (Covid-19)

A portaria 005/2020, publicada na tarde desta quarta-feira (18), pelo Coordenador Geral do CISA, Agnaldo Cesar Duarte, engloba especialmente gestantes, maiores de 60 anos de idade e doentes crônicos. A medida visa preservar a vida e o bem-estar dos profissionais nos grupos de risco.

Mesmo assim, os profissionais nos grupos de risco, devem estar à disposição ou realizar suas atividades profissionais no sistema de trabalho remoto sempre que possível.

Duarte disse que chegou à decisão após avaliar o seu quadro de pessoal com a presidente do Conselho de Prefeitos, a Prefeita de Alto Alegre Helena Berto (PSDB) e o Assessor Jurídico da entidade, Carlos Sussumi Ivama.

“Temos poucos empregados nos grupos de risco, por isso foi possível adotar esta medida, que não prejudicará os serviços prestados pelo CISA e preservará a vida e o bem estar deles”, disse.

Duarte salienta ainda que a administração do Consórcio e Conselho de Prefeitos estão atentos à todas as medidas de prevenção ao contágio do Coronavirus (COVID-19) emanadas pela OMS, Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde e pelas Secretarias Municipais de Saúde dos sete Municípios que compõem o CISA, de modo a garantir o bem estar dos usuários e servidores.

ORIENTAÇÕES

Ainda pelo texto da portaria, todos os empregados devem intensificar os cuidados básicos de prevenção, como a lavagem periódica das mãos com água e sabão, uso de álcool em gel e orientar os usuários dos serviços prestados pelo CISA no sentido de também adotarem esses cuidados de prevenção ao Coronavírus. (Com informações do CISA)

CONFIRA A ÍNTEGRA DA PORTARIA.

Conselho de Prefeitos do CISA aprova reposição salarial de 3,16%

Com o compromisso de melhorar as condições de trabalho dos servidores do Consórcio Intermunicipal de Saúde (CISA), o Conselho de Prefeitos aprovou, por unanimidade, a reposição inflacionária de 3,16%, referente aos últimos 12 meses. O percentual foi definido na última sexta-feira (30), durante reunião extraordinária.

A reposição de 3,16% será concedido já no pagamento de setembro.

Segundo o Consórcio, o reajuste é uma sequência aos trabalhos de reestruturação administrativa e financeira. “Em razão da grave dificuldade financeira que o Consórcio atravessou nos últimos anos não foi possível à época conceder os reajustes, porém com as recentes medidas de reestruturação será possível fazer a reposição gradativamente”, disse a presidente do Conselho de Prefeitos e Prefeita de Alto Alegre, Helena Berto.

Helena aproveitou ainda para agradecer a compreensão e colaboração de todos os funcionários: “Os funcionários do CISA foram fundamentais para que nosso projeto de reestruturação fosse implementado com sucesso. Eles lutaram lado a lado conosco nesta fase difícil, e merecem, mais a qualquer dirigente, todo reconhecimento possível”, comenta.

Para ela, “no CISA temos de fato uma família que atende a família de Penápolis e microrregião, sem distinção”, finaliza.

Câmara de Vereadores repassará R$ 100 mil ao CISA

A Câmara de Vereadores de Penápolis repassará apenas R$ 100 mil dos R$ 400 mil que eram previstos para o CISA (Consórcio Intermunicipal de Saúde). Isso por que houve uma desaprovação do valor após análises contábil do legislativo, segundo informou na tarde dessa quarta-feira (20), o presidente da Câmara, Rubens de Médici Ito Bertolini, o Rubinho Bertolini (Solidariedade) à imprensa. A devolução do montante deve ocorrer nos próximos dias.

De acordo com o Rubinho, o problema é que o legislativo está no primeiro semestre e devolução antecipada poderá comprometer o orçamento da Câmara e até mesmo haver o questionamento de sua legalidade. O presidente sentiu não poder ajudar com um valor maior, mas revelou que espera que o dinheiro seja repassado integralmente ao CISA.

ATENDIMENTOS
Na última sexta-feira (15), o Conselho de Prefeitos do Consórcio Intermunicipal de Saúde (CISA) decidiu que retomaria nesta segunda-feira, dia 18, com os atendimentos do ambulatório de especialidades para os moradores de Penápolis.

O acordo foi feito após o prefeito de Penápolis, Célio de Oliveira (PSDB) se comprometer em repassar o valor de R$ 115 mil referente ao MAC (Média e Alta Complexidade), do Governo Federal – que foi realizado na tarde da segunda-feira.

Além disso, até hoje, o presidente da Câmara de Vereadores de Penápolis, Rubinho teria para analisar as contas do Poder Legislativo e repassar até R$ 400 mil, em duas parcelas iguais. A devolução à Prefeitura de Penápolis estaria condicionada ao repasse integral ao CISA para o abatimento da dívida de mais de R$ 700 mil do município com o órgão.

Foi acertado também que nos próximos 60 dias, o CISA irá fazer um estudo aprofundado para diminuir as despesas – que atualmente ultrapassam os R$ 600 mil. “Teremos nos próximos 60 dias, tempo suficiente para estudar medidas que diminua os custos do CISA. Talvez um PDV (Plano de Demissão Voluntária), porque uma das condicionantes é trazer o CISA para um custo não maior do que R$ 400 mil ou R$ 450 mil e isso é perfeitamente viável”, explicou à época, a prefeita de Alto Alegre e presidente do CISA Helena Berto (PV).

CISA retomará atendimento aos moradores de Penápolis

O Conselho de Prefeitos do Consórcio Intermunicipal de Saúde (CISA) decidiu, na manhã dessa sexta-feira (15), que retomará com os atendimentos do ambulatório de especialidades para os moradores de Penápolis. A expectativa é que os serviços retornem no próximo dia 18 de junho.

Segundo foi apurado pelo BLOG DO FARIA, o acordo foi feito após o prefeito de Penápolis, Célio de Oliveira (PSDB) se comprometer em repassar ainda hoje o valor de R$ 115 mil referente ao MAC (Média e Alta Complexidade), do Governo Federal. O recurso será usado para o pagamento dos salários dos médicos.

Além disso, até a próxima quarta-feira (20), o presidente da Câmara de Vereadores de Penápolis, Rubens de Médici Ito Bertolini, o Rubinho Bertolini (Solidariedade), irá analisar as contas do Poder Legislativo e repassar até R$ 400 mil, em duas parcelas iguais. A devolução à Prefeitura de Penápolis está condicionada ao repasse integral ao CISA para o abatimento da dívida de mais de R$ 540 mil do município com o órgão.

TRÉGUAS DE 60 DIAS

Foi acertado também que nos próximos 60 dias, o CISA irá fazer um estudo aprofundado para diminuir as despesas – que atualmente ultrapassam os R$ 600 mil.

“Teremos nos próximos 60 dias, tempo suficiente para estudar medidas que diminua os custos do CISA. Talvez um PDV (Plano de Demissão Voluntária), porque uma das condicionantes é trazer o CISA para um custo não maior do que R$ 400 mil ou R$ 450 mil e isso é perfeitamente viável”, explica a prefeita de Alto Alegre e presidente do CISA.

Ja para o prefeito de Braúna e vice-presidente do Consórcio, Flávio Giussani, este período é necessário para o fortalecimento do CISA. “Com o pagamento desses R$ 515 mil, nós teremos um fôlego maior para pensar em um equacionamento interno do CISA para fazer um reajuste de equipe ou até mantém a equipe e aumente serviços. Mas isso vai depender da nossa habilidade gerencial e de criatividade no objetivo de fortalecer o Consórcio”, salienta.

E completa dizendo que: “a prioridade é o CISA e o atendimento à saúde.

PRESENÇA

Durante a reunião, os prefeitos contaram com a presença de membros do Poder Legislativo de Penápolis – representados pelos vereadores Rubinho Bertolini (SD) e Júlio Caetano (PSD), bem como, de servidores públicos do CISA.

Clima de instabilidade preocupam servidores do CISA

Os servidores do Consórcio Intermunicipal de Saúde (CISA) estão preocupados com o clima de instabilidade que o prefeito Célio de Oliveira (PSDB) vem causando – após o anúncio, no mês passado, da possível saída de Penápolis do colegiado. A agonia é ainda maior, pois, até o fim da tarde dessa quarta-feira (13), os empregados públicos não haviam recebido seus salários.

Uma das justificativas é a de que a Prefeitura de Penápolis teria retido os valores referentes ao município – algo em torno de R$ 115 mil dos recursos pactuados com o Ministério da Saúde com referência SUS (Sistema Único de Saúde) para atendimento de Média e Alta Complexidade (MAC). Esse valor é repassado mensalmente pelo Governo Federal para o pagamento dos serviços prestados pelo CISA. Além disso, a administração municipal deve mais de R$ 540 mil referente à contrapartida de Penápolis para a manutenção dos serviços prestados pelo CISA, à população penapolense e de mais seis municípios da comarca.

Preocupados com a situação, os servidores convocaram um encontro para discutir a situação. Participaram da reunião, vereadores de Penápolis, representantes do SindServPen (Sindicato dos Servidores Públicos de Penápolis) e a prefeita de Alto Alegre e presidente do CISA, Dra. Helena Berto (PV).

Diversos empregados relataram que existem constantes ameaças tanto de fechamento do consórcio, como também de possíveis demissões. Durante a reunião de ontem, a prefeita confirmou aos presentes que o pedido para que fizesse um estudo para diminuir despesas incluindo possíveis demissões partiu do prefeito penapolense. A presidente do CISA pediu que os servidores se reunissem e enviassem dois representantes na reunião que acontecerá às 9h dessa sexta-feira (15), nas dependências do órgão.

CALOTEIRO CONTUMAZ

O vereador e líder da oposição na Câmara de Vereadores de Penápolis, Dr. Rodolfo Valadão Ambrósio (PSD), em sua fala disse que o prefeito de Penápolis é caloteiro contumaz. “Pelas contas a prefeitura de Penápolis deve mais de R$ 3 milhões para o CISA”. Isso inclui as contrapartidas e os parcelamentos que o órgão fez e as prefeituras estão pagando.

E o vereador Francisco José Mendes, o Tiquinho (PSDB), um dos líderes do executivo no parlamento penapolense, disse que o prefeito tem de “assumir ou assumir, ficar ou não ficar”, salientando que cabe ao Célio decidir sobre a permanência de Penápolis no Consórcio de Saúde.

Durante o encontro, a presidente do Sindicato dos Servidores< Maria José Francelino, a Zezé, prestou solidariedade aos servidores do CISA e se mostrou preocupada com as possíveis demissões se caso ocorrerem. “Nós não podemos permitir que uma barbaridade dessas aconteça. Se isso ocorrer iremos a justiça do trabalho restabelecer todos os empregos, pois, através da Lei de Consórcios Públicos os servidores ganharam o direito da estabilidade”.

PITACOS #77 – Caos na saúde, nepotismo e Dia das Mamães

SAÚDE
É extremamente triste ver a situação da saúde pública no município de Penápolis. Além do mais, porque a atual administração se vangloria ao dizer que investe 36% do orçamento na área. O valor é 21% a mais do que o mínimo estabelecido por lei federal – 15%. Ao confrontar esses números, a sensação de impotência é ainda mais latente ao vermos CISA (Consórcio Intermunicipal de Saúde) e Santa Casa de Misericórdia sofrendo com a falta de investimentos.

CISA e SANTA CASA
No caso do CISA, a Prefeitura de Penápolis devia no início da semana passada mais de R$ 630 mil. Na sexta-feira (11), a administração repassou apenas R$ 100 mil. O repasse aconteceu logo após a veiculação da matéria na TV TEM, sobre a falta de remédios na farmácia da saúde mental. Já na Santa Casa, um vereador revelou ao BLOG DO FARIA que pudesse haver paralisação de alguns médicos pela falta de pagamento.

REPASSE
Em contrapartida, o BLOG apurou no site a transparência da Prefeitura de Penápolis, que a administração efetuou os pagamentos à Organização Social Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Birigui, no valor de R$ 2.261.851,31. Não está claro se estão todos os pagamentos publicados, pois, na noite desse domingo (13), dois pagamentos do mês de janeiro não apareciam na transparência e sabemos que foi efetuado, pois há um processo no Tribunal de Contas justamente para que a OSs devolva dinheiro à prefeitura referente ao primeiro mês do ano.

NEPOTISMO
Em agosto do ano passado, o BLOG publicou matéria sobre a denúncia do vereador Evandro Tervedo (DEM), de possível nepotismo na prefeitura, envolvendo o vice-prefeito Carlos Alberto Feltrin (PMDB) e a secretária de administração, Fátima Rahal. Pois bem, meses depois o Ministério Público em Penápolis arquivou o pedido. Porém, no mês passado, o Tribunal de Contas do Estado enviou à Prefeitura a denúncia e dando o prazo de 10 dias para a prefeitura sanar a possível irregularidade ou esclarecer os fatos. Parece que já houve resposta da administração. Agora é aguardar os próximos capítulos.

INFRAÇÕES
A Câmara de Vereadores de Penápolis votará amanhã (14), projeto que disciplina as infrações pelo descumprimento do Plano Municipal de Resíduos Sólidos. A matéria prevê um prazo de 180 dias para divulgar e conscientizar a população sobre as possíveis multas que serão aplicadas após o fim do prazo. A discussão e votação começam às 20h.

MÃES
Para finalizar o coluna desse domingo quero saudar minha mãe Joana, minha irmã Maria Fernanda e minha sogra Silvinha pelo Dia das Mães. Sei o quanto Deus foi generoso com vocês, por concedê-las a graça de serem mamães. Amo vocês! Bom fim de domingo à todas as mães!

CISA esclarece falta de remédios em farmácia da saúde mental

O CISA (Consórcio Intermunicipal de Saúde), que engloba os sete municípios da microrregião de Penápolis, emitiu, na tarde dessa quinta-feira (10), uma nota de esclarecimento sobre os últimos acontecimentos envolvendo o consórcio, entre eles, a falta de remédios na farmácia da saúde mental – em matéria veiculada pela TV TEM.

De acordo com a nota assinada pelos seis prefeitos da região, a situação acontece diante a inadimplência reiterada e injustificada de alguns municípios. “[…] não foi possível dar seguimento planejado, passando o CISA a ficar inadimplente com fornecedores por débito passados a atuais na iminência de ficar inadimplente junto à União, relativamente às obrigações sociais”, salientam.

O Consórcio salientou ainda que fez várias tentativas informais junto a administração de Penápolis para que o município regularizasse os débitos em atrasos. O Blog do Faria apurou que o município deve mais de R$ 600 mil.

“[…]por decisão unânime tomada na reunião do Conselho de Prefeitos no dia 20 de abril de 2018, foi decidido pela notificação formal do Município de Penápolis, pois inadimplente e ausente à reunião, para regularização, no prazo de 5 dias, sob pena de suspensão do atendimento e ajuizamento da medida cabível para fins de recebimento do valor devido, seguindo o definido pelo próprio Conselho de Prefeitos em reunião datada de 16 de março de 2017, o que aguardamos”, esclarece.

Ao Blog do Faria, o consórcio explicou que se manifestaria somente através da nota, mas, confirmou que o cartório entregou notificação extrajudicial ao prefeito de Penápolis e que depois da repercussão da matéria, a administração efetuou um depósito de R$ 100 mil, na tarde de ontem (10).

DÍVIDA
O CISA explicou que a inadimplência de alguns municípios ao longo da história de 30 anos, fez com que fosse constituída dívida de mais de R$ 33 milhões, referente aos encargos sociais (INSS, Patronal, FGTS), imposto de renda e junto a fornecedores.

“A fim de tornar viável a continuidade das atividades do CISA, que consabido, desenvolve importantes serviços de saúde à população da microrregião, e, sobretudo, a fim de não trazer qualquer transtorno aos municípios consorciados no desempenho de suas atividades meio e fim”.

“Tal medida, aliadas a outras, especialmente no que tange à adequação do quadro pessoal, possibilitou o saneamento das finanças do CISA, que passou a operar com superávit que permitiria até mesmo o investimento em melhorias dos serviços prestados”, explica.

O CISA salienta que diante do quadro que se instalou se não for possível atender os pacientes, em natureza supletiva e complementar ao dever constitucional dos municípios, estado e união, que “busquem atendimento em seu município de origem”, finaliza a nota.

Assinaram a nota a prefeita de Alto Alegre e presidente do CISA, Helena Berto, o prefeito de Braúna, Flávio Giussani, o prefeito de Avanhandava, Ciro Veneroni, o prefeito de Glicério, Ildo Souza, o prefeito de Barbosa, Paulo César Balieiro e o prefeito de Luiziânia, Ricardo Bertaglia.

OUTRO LADO
O Blog do Faria enviou por e-mail questionamentos para Prefeitura de Penápolis, através da Secretaria de Comunicação, mas, como é de praxe não recebemos nenhuma resposta.

PITACOS #28

Liderança
A sessão da Câmara de Vereadores nesta segunda-feira (21), caminhava para uma sessão chata, sem nenhuma novidade, quando eis que surge o vereador Caíque Rossi (PSD), propondo ao também vereador Dr. Rodolfo (PROS), que abrisse mão da liderança do governo na Câmara para um dos vereadores do PSDB – partido agora do Prefeito Célio de Oliveira.
Surpresa
Pegaram todos de surpresa, vereadores e população presente na Câmara. Tanto é que teve parlamentares petistas aplaudindo o pedido do Caíque Rossi e outros que davam risadas sem entender o porque desse pedido, afinal de contas, Dr. Rodolfo é fiel ao prefeito Célio de Oliveira. Mesmo assim, ele colocou a disposição a função caso o prefeito e seu novo partido deseja assumir o posto.
Emendas
Durante a sessão, o presidente da casa Alexandre Gil (PT), conclamou os vereadores a criarem emendas ao orçamento de 2016, que será votado em breve pela Câmara. Segundo ele, houve uma conversa entre os parlamentares e a Secretária de Finanças Maria Emília que lhes explicaram como fazer uma emenda ao projeto sem ferir a legislação. Já faz tempo que não a uma emenda parlamentar em orçamentos municipais.
Candidato
Ainda durante a sessão, tive a oportunidade de brincar com o Ricardinho Castilho (PV), de quem deveria ser o candidato a prefeito do Partido Verde, era seu pai Ricardo Castilho, que já fora ‘alcaide’ nos idos dos anos 1970. Dr. Ricardo já falou publicamente que foi o responsável pelas as eleições de 2008 e 2012, para João Luís (PT) e Célio de Oliveira (na época pelo PSD). Não está na hora de ganhar uma eleição, sendo ele o candidato a prefeito?
CISA
E na próxima terça-feira, 29, a partir das 19h30, a Câmara Municipal realizará audiência pública sobre o possível fechamento do Consórcio Intermunicipal de Saúde. Foram convidados representantes da direção do CISA, Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Conselho Municipal de Saúde e vereadores e prefeitos dos municípios integrantes do consórcio.
Poeta
Em julho do ano passado, eu tinha a honra de conversar com o professor de matemática, Maurílio Machi, que se aventura brilhantemente pelo mundo poético das palavras. Na oportunidade ele apresentara ” Acolhimento ou Recuso”, o livro que seria lançada na Bienal do Livro em São Paulo. Infelizmente nesta semana, a vida e seus desígnios o tirou de nós. Mas seu legado e suas obras ficaram para relembramos com carinho desse grande homem.
Contradições
Ele dizia gostar das contradições, pois, todos nós somos contraditórios o tempo todo. Como pode perceber no poema Fábula de “Faces e Fases” –
“Por detrás do muro/ Espreita a vida/ Não a sua vida/ Mas, talvez a vida que gostaria de ter/ A vida que não viveu/ Que não vive/ E que possivelmente/ Não viverá”.
Sarau
E no dia 1 de Outubro, Penápolis participa do Desafio “Dia de Ler, Todo dia!”, uma mobilização nacional pela leitura. Durante todo, das 09h às 21h, a página no Facebook da Biblioteca Fausto Ribeiro Penápolis, receberá fotos e vídeos de pessoas sozinhas ou em grupo lendo seus livros preferidos, contando pontos para a cidade. Como prêmio, o município ganhará um kit de livros novinhos para as duas bibliotecas municipais. Para encerrar as atividades do dia, a partir das 19h, terá o Sarau na Biblioteca Municipal ” Prof. Fausto Ribeiro de Barros”. Estão todos convidados.
Picadeiro
A Praça Dr. Carlos Sampaio Filho, será palco hoje (25), a partir das 20h, do espetáculo “Metro y Medio”, com a palhaça Maku Jarrak. É um espetáculo que emociona através da expressão corporal e da comunicação cômica, provando que o humor é universal. Ela é dirigida por um dos mais referentes palhaços latino-americano, o Payaso Chacovachi (que esteve em Penápolis durante o Circuito Sesc de Artes). O evento é uma promoção do Governo do Estado de São Paulo, através do Circuito Cultural Paulista.
Doações
Publicamos durante a semana aqui no INTERIOR que os adolescentes do Interact Club de Penápolis iniciaram uma campanha de arrecadação de alimentos, de produtos de limpeza e de materiais em geral para doar aos desabrigados de Panorama, município distante a 220 km de Penápolis. A arrecadação vai até o dia 14 de outubro, podendo ser entregues as doações a um dos interactianos.
Piloto
Estão abertas as inscrições no Aero Clube de Penápolis, o Curso Teórico de Piloto Privado. O curso é o primeiro passo para quem deseja se tornar um piloto de avião. No final desta primeira etapa o aluno se submeterá a uma prova teórica da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). Caso seja aprovado, estará apto a concluir o treinamento prático. O inicio será dia 15 de outubro. Maiores informações: 3652 2617 e aeroclubepenapolis@gmail.com.
Alguma sugestão, crítica ou elogio mande para ricardo@ricardofaria.com.br. E acesse: www.ricardofaria.com.br

PITACOS #27

CISA 
Na edição de ontem (10), publicamos aqui no INTERIOR uma matéria sobre o possível fechamento do CISA (Consórcio Intermunicipal de Saúde), que engloba as sete cidades da microrregião – Penápolis, Avanhandava, Barbosa, Glicério, Braúna, Alto Alegre e Luiziânia. A verdade é que a empresa pública de natureza privada criada em 1986, está mal financeiramente. São mais de 24 milhões de dívidas com INSS patronal e o FGTS não é recolhido desde setembro do ano passado. 
Fechamento
Mesmo com todo esse cenário, a diretora geral Renata Vidal afirma que não tem hipótese alguma de fechamento do CISA. Do outro lado, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Penápolis Anderson Leone, o Batata, está mobilizando servidores, vereadores e comunidade para discutir o assunto numa audiência pública que será convocada pela Câmara Municipal de Penápolis. 
Médicos
No pequeno expediente da última sessão, o vereador Francisco José Mendes, o Tiquinho, ao comentar o sofrimento de uma cidadã que usara a tribuna da Câmara, disse que a empresa que atuar no Pronto Socorro Municipal contrata médicos que se “formaram ontem” e que se fosse assim era melhor não ter médico. De pronto o vereador Dr. Rodolfo rebateu a fala do parlamentar dizendo que muitos dos profissionais do Pronto Socorro fizeram residência e tem experiência para estarem ali. 
Leite de Pedra 
O prefeito Célio de Oliveira (PSD), tem dito nos últimos meses que a Administração está “tirando leite de pedra” e que se não alterasse os pagamentos de pequeno valor de 20 para 6 salários mínimos, de ações judiciais transito e julgados pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, a Prefeitura de Penápolis não suportaria até o fim deste ano. 
Cargos 
Pois bem, nas últimas duas semanas, a administração municipal enviou para a Câmara de Vereadores, dois projetos que criam quatro cargos de encarregaturas – Chefia de Serviços e Licitações; Chefia de Transporte Público; Serviço do INCRA e Serviço de Inspeção e Fiscalização dos produtos de origem animal. Nos dois primeiros, 10 de 12 vereadores com direito a voto votaram contra, rejeitando assim a criação dos mesmos. Já no de Chefia do INCRA, os parlamentares foram bem claros que a prefeitura deve extinguir alguns cargos para obter êxito. No caso do Serviço de Inspeção e Fiscalização dos produtos de origem animal, a mudança será apenas de secretarias, saindo da Secretaria de Saúde e indo para o de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente. 
Mulheres
Acontece hoje, 11, a partir das 7h30, a 2ª Conferência Municipal de Políticas para Mulheres. Com o tema “Mais direitos, participação e poder para as Mulheres” o evento vai avaliar o que já está sendo desenvolvido e definir estratégias para avançar fortalecendo ainda mais as políticas públicas para as penapolenses. O encontro será no CEU das Artes, rua Manoel Foz, 515, na Vila Aparecida. 
Trânsito
Também hoje, 11, mas a partir das 19h30, a Câmara Municipal de Penápolis realiza a audiência pública sobre a municipalização do trânsito. 
Serão discutidos entre outros assuntos: os benefícios da municipalização, criação da Junta Administrativa de Recursos e Infrações, a estruturação administrativa, as obras de engenharia, a ordenação do fluxo de veículos e pedestres, sinalização, regulamentação de estacionamentos e programas de educação, preparação técnica, adequação legal do município às normas e leis do trânsito.
Ministérios
E não é que os possíveis cortes de ministérios no governo federal está dando o que falar? A presidente Dilma Rousseff determinou que houve diminuição de apenas 10 dos 39 ministérios existentes. Mas o Ministro de Planejamento, Nelson Barbosa sugeriu o corte de 15 pastas. Entre as possíveis mudanças está a incorporação do Desenvolvimento Agrário à Agricultura ou ao Desenvolvimento Social, e a extinção do Turismo. 
Cultura 
Nesta mudança, o MinC (Ministério da Cultura) poderia voltar a integrar o Ministério da Educação. Entidade que militam na área cultura já se mobilizam contra esse possível retrocesso. É inadmissível que o MinC desapareça, pois é o único espaço oficial possível da disputa do pensamento, da reflexão e do simbólico no governo federal. #MinCResiste
Abandono
Fechar o MinC hoje seria abandonar a cultura tradicional indígena, quilombola, dos povos de terreiro, de matrizes africanas, do Circo – que apenas nos últimos 10 anos conseguiram alguma representação junto aos poderes públicos. Seria abandonar os artistas, fazedores e pesquisadores de Teatro, Dança, Artes Visuais, Cinema, Hip Hop, além de todas as linguagens embrionárias advindas da relação contemporânea entre tecnologia e Arte. Seria abandonar a construção cotidiana da subjetividade dos brasileiros.
Exposição
Está aberta à visitação gratuita a exposição “Uma ideia sustentável”, instalada no Museu do Sol. A exposição conta com cerca de 60 trabalhos artísticos criados pelos alunos do Ateliê do Museu do Sol. São obras desenvolvidas ao longo do primeiro semestre, cuja temática abordada foi a sustentabilidade do planeta e o reaproveitamento de materiais. A exposição é aberta ao público e pode ser apreciada de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h, na Avenida Rui Barbosa, 798, centro.
ricardo@ricardofaria.com.br | www.ricardofaria.com.br 

apoie o jornalismo independente