fbpx

Secretário de Logística e Transportes visita Penápolis

O Secretário de Logística e Transportes do Estado de São Paulo, João Octaviano Machado Neto, visitou na manhã desse sábado (26), a cidade de Penápolis. A visita foi acompanhada do ex-vereador e atual Coordenador de Políticas Públicas do Sebrae, Caíque Rossi.

Na oportunidade, conheceu as instalações do DER (Departamento de Estradas de Rodagem), localizada na Estrada Irmãos Buranello, bem como, do Aeroporto Estadual “Dr. Ramalho Franco”.

À imprensa, João Octaviano comentou sobre a possível cessão da área da antiga usina de asfalto do DER, para que a Funepe (Fundação Educacional de Penápolis), possa implantar o Hospital do Câncer.

“Primeiro é um pleito da maior importância, da maior relevância social. A Funepe nos procurou com este projeto e é um projeto que faz todo sentido. Depois fizemos uma reunião com o Caíque (Rossi) que detalhou melhor ainda a necessidade de Penápolis e região e do próprio projeto da Funepe”.

E continua: “[…] o terreno realmente, estive vendo lá, é bastante grande, consegue atender se não toda a demanda, mas boa parte da demanda desse projeto”, explica.

O secretário disse ainda, que após sanar as questões burocráticas, irá apresentar o projeto ao governador João Dória (PSDB). “Nós temos agora um enfrentamento de questões jurídico-administrativo. Foi demandado a Funepe um conjunto de documentos. O DER está analisando esses documentos e eu creio que não havendo nenhum impedimento de ordem legal em relação à documentação apresentada, isso pode ter um bom desfecho que é a cessão da área, para que haja ali, a implantação do Hospital do Câncer, tão necessário e tão importante não só para a região, mas para todo mundo que sofre dessa doença e que precisa de apoio de alta qualidade”, salienta.

“E não havendo nenhum impedimento, vamos levar isso o governador João Dória, claro, para que haja aprovação desse projeto e tenho certeza que o governador com o censo social que ele tem, com a visão de investimento na área de saúde, esse conjunto aqui vai se comportar um conjunto de Saúde do Estado”, complementa.

AEROPORTO

O secretário João Octaviano explicou que, no início do ano, recebeu orientação do governador João Dória para que privatizasse todas as atividades da secretaria – que pudesse ter melhor desempenho – nas mãos na iniciativa privada.

“Os aeroportos fazem parte desse grupo. O estado tem hoje 22 aeroportos. E o de Penápolis é um deles. Foi contratada uma empresa, a IOS que é uma empresa que foi selecionada junto com o Banco Interamericano de Desenvolvimento e eles estão terminando um relatório, nos entregam agora até o final desse mês, com uma análise de todos os 22 aeroportos. Ele tem um estudo dentro dessa estrutura complementarmente até a ação do próprio aeroporto de Araçatuba”, diz.

Durante a visita, constatou que o aeroporto de Penápolis teria vocação para receber mais voos executivos. “Então hoje nós fomos ver, com a equipe do aeroporto Penápolis as condições da pista. Conversei bastante com o presidente do Aeroclube aqui de Penápolis, para entender inclusive o tipo de uso para o aeroporto tem. O Tertuliano que é o nosso administrador do aeroporto me disse que média você chega até cinco voos por dia circulando aqui. É um número importante para a região, ele tem um papel regional e está sendo contemplado nesse estudo”.

E completa: “Eu ainda não tenho o resultado do estudo. Nós vamos tornar público esse resultado. E aí nós discutir com uma iniciativa privada através dos mecanismos que temos para chamar esses investimentos privados para o aeroporto e ver qual é que é o melhor modelo para a melhor performance para ele. Mas é um bom aeroporto, uma pista que tem uma boa capacidade de 1.500 metros por 30 de largura, ela é uma pista que tem aí uma capacidade atrativa para um determinado segmento de aviação regional, nós estamos trabalhando em cima disso”, finaliza.

Após as vistorias, o secretário de logística e transportes almoçou com políticos e empresários penapolenses na casa do ex-vereador Caíque Rossi.

Centro Oncológico terá investimento entre R$ 15 e R$ 18 milhões, afirma Clodoaldo Pacce. Ouça!

O Coordenador de Apoio aos Municípios, da Secretaria de Logística e Transporte do Estado de São Paulo, Clodoaldo Pacce, afirmou que a implantação do Centro de Tratamento e Pesquisa Oncológica (CTPO), anunciado nesta segunda-feira (30), terá investimentos entre R$ 15 a R$ 18 milhões para a construção da unidade.

A afirmação foi feita na tarde dessa terça-feira (31), durante a entrevista concedida, por telefone, aos apresentadores do Programa Radar da Rádio Ativa FM.

Pacce explicou que os diretores da Funepe afirmaram que com a implantação da unidade serão gerados em torno de 350 empregos diretos, entre médicos, paramédicos e profissionais especializados na área de oncologia.

Pacce confirmou ainda que a Fundação Educacional de Penápolis (Funepe), pleiteia a área da antiga usina de asfalto do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), localizada na Estrada Irmãos Buranello, próximo ao Jardim Eldorado.

CONFIRA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA

Tratativas

O coordenador lembrou ainda que as tratativas começaram em março, quando o diretor do Centro de Educação e Ciências Humanas da instituição, Thiago Mazucato, o coordenador de políticas públicas do Sebrae, Caíque Rossi e o diretor-geral, Wanderli Bastos, procuraram a pasta para falar sobre o projeto.
“É uma causa que merece todo o acolhimento e todo o apoio não só do secretário João Octaviano, mas principalmente do governador João Dória que imediatamente se solidarizou com a iniciativa e nos pediu que nos empenhássemos para viabilizarmos essa proposta de implantação do hospital oncológico”, explicou.

Para viabilizar o espaço para a construção do Centro Oncológico para a Funepe, a secretaria precisa dirimir algumas questões dentro do próprio governo. “Aqui internamente na secretaria existem algumas etapas que nós devemos cumprir, dentre elas, a parte jurídica e a questão de patrimônio, as formalidades todas, e agora estamos caminhando neste sentido”, salientou.

O mesmo local foi pela prefeitura com o objetivo de implantar uma usina de asfalto. No entanto, o secretário frisou que o pedido feito pelo Executivo foi posterior ao da instituição. “Estamos analisando a relevância dos empreendimentos e nossa preferência é para algo que beneficie a coletividade”, disse.

Funepe pleiteia terreno para construção de Centro Oncológico

A Funepe (Fundação Educacional de Penápolis) está pleiteando junto ao Governo do Estado de São Paulo, recursos e um terreno para a construção de um Centro de Treinamento e Pesquisa Oncológica. A reunião para buscar a parceria aconteceu na manhã dessa segunda-feira (29), na Secretaria de Logística e Transporte, em São Paulo.

Segundo o diretor geral, Wanderli Bastos, o encontro com o secretário de Logística e Transporte, João Octaviano Machado Neto, foi para pleitear uma área ociosa que o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) possui na cidade. “O DER possui algumas áreas ociosas em Penápolis, então é ver a adequação pro uso, da destinação que propomos utilizar a área”, explica Bastos.

O Blog do Faria apurou que a área pleiteada está localizada na Estrada Irmãos Buranello. No mesmo lugar a Prefeitura de Penápolis planeja construir uma usina de asfalto.

Centro

Bastos explica ainda que o projeto é a construção de um complexo integrado de tal forma que envolve todos os nossos cursos na área de saúde, principalmente, a medicina, mas, também de enfermagem, educação física e psicologia que já temos e fisioterapia – que nós vamos instalar também. Farmácia, mais os cursos de pedagogia, direito, e até administração, com a gestão do complexo todo.

“No Centro de Tratamento e Pesquisa em Oncologia, vamos desenvolver pesquisas em oncologia, bem como, construir um hospital para atendimentos a pacientes com câncer. Além disso, vamos ter um núcleo de orientação e prevenção do câncer, uma de educação popular para a Saúde e um núcleo de acolhimento a pacientes com câncer”, salienta.
O diretor geral diz ainda que toda a estrutura envolve atividades acadêmicas e de pesquisas. “Com o atendimento à comunidade, o centro torna-se um campo de estágio para nossos alunos e a preparação, qualificação e pesquisa de nossos docentes”, disse.

Estiveram na reunião o presidente da Funepe, Fábio Gimenes, a vice, Eliana de Almeida, além do gerente administrativo e financeiro, Márcio Borges, o diretor-geral, Wanderli Bastos e o diretor do Centro de Educação e Ciências Humanas, Thiago Mazucato. O coordenador de políticas públicas do Sebrae, Caíque Rossi, também participou do encontro.

O Blog do Faria apurou que o investimento será de R$ 12 milhões.

Encontro

A Funepe e o Governo do Estado de São Paulo já tem nova data para se reunir. Será no próximo dia 14 de agosto na Desenvolve SP, onde buscará recursos para a construção e a compra de equipamentos para o espaço.

apoie o jornalismo independente