fbpx

Ministério Público

MP pede liminar e a anulação do terceirização do PS

O Ministério Público em Penápolis pediu nova liminar, bem como, a declaração da nulidade do edital de chamamento público que terceirizou o serviços no Pronto Socorro Municipal, No pedido, solicita ainda a retomada da gestão no PS, no prazo de 40 dias, sob pena de multa diária pagos pelo prefeito Célio de Oliveira (PSDB).