fbpx

Gabinete de Rodrigo Garcia diz que se necessário irá disponibilizar leitos para Penápolis

O gabinete do vice-governador do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia (DEM), afirmou na tarde dessa quinta-feira (16), que se necessário poderá disponibilizar os leitos hospitalares para o município de Penápolis. A resposta foi obtida com exclusividade pelo Blog do Faria.

De acordo com o governo, o gabinete do vice-governador e a Secretaria de Desenvolvimento Regional receberam a demanda da Prefeitura de Penápolis. Diferente da Secretaria de Saúde do Estado que afirmou nesta terça-feira (14), que a administração municipal não havia enviado o Plano de Trabalho com os custos operacionais para a implantação do Centro de Referência do Covid-19.

Ainda de acordo com o gabinete, os novos leitos para tratamento de indivíduos com sintomas de Covid-19 constam no Plano de Contingência Regional da Diretoria Regional de Saúde de Araçatuba. “Se necessário, poderemos sim vir a disponibilizar tais leitos hospitalares em Penápolis, a possibilidade consta do referido Plano”, salienta a nota.

PLANO

De acordo com o governo estadual, o Plano de Contingência para o enfrentamento da pandemia de Covid-19 visa contribuir para a otimização dos recursos disponíveis e ampliar a capacidade de atendimento mediante ações de saúde voltadas à identificação, notificação e manejo oportuno de casos suspeitos de infecção pelo novo Coronavírus, bem como a prevenção e atenção ao paciente de forma compartilhada entre gestores de instituições públicas municipais e estaduais e prestadores de serviços de saúde.

LEITOS

O que o Blog do Faria apurou é que o Plano de Contingência Regional da Diretoria Regional de Saúde de Araçatuba (DRS II) traz, entre outras informações, os números de casos registrados, bem como, as suas projeções e os números de leitos disponíveis atualmente, os números de leitos para o funcionamento para habitação imediata, bem como, aqueles que estão em fase de estruturação, para funcionamento e habilitação posterior – que são os casos dos atuais 30 leitos, sendo 10 de UTI e 20 de enfermaria.

De acordo com a relação de unidades hospitalares e quantitativo de leitos clínicos e de UTI existentes e para ampliação, contido na deliberação 26 da Comissão Integestores Bipartite (CIB), da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, a Santa Casa de Penápolis possui 74 leitos clínicos, sendo 52 do SUS (Sistema Único de Saúde), podendo ampliar em mais 31 leitos.

Já nos leitos de UTI Adulto, o hospital possuía 8 leitos, todos do SUS e foi ampliado em mais dois recentemente, totalizando 10 leitos de UTI. Além disso, conta no documento, a ampliação de 10 novos leitos, contudo requer equipamento ou Recursos Humanos.

Bastidores da Política: Candidatura de Carlos Alberto Feltrin. Em vídeo!

Na quinta-feira passada, após a visita do vice-governador do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia (DEM), o vice-prefeito de Penápolis, Carlos Alberto Feltrin (MDB), confidenciou ao jornalista e editor do Jornal Interior, Gilson Ramos, que será candidato a prefeito nas próximas eleições municipal em 2020.

Feltrin é o primeiro oficialmente a expor sua pré-candidatura ao cargo de prefeito de Penápolis. Outros nomes orbitam na corrida eleitoral – o ex-vereador e atual coordenador de políticas públicas do Sebrae, Caíque Rossi (PSD) e o vereador Rubinho Bertolini (SD), mas, que ainda não expuseram de forma pública.

O anúncio tão cedo tem alguns motivos aparentes. O primeiro é que precisa construir a imagem do “Feltrin Gestor”, já que ficou os últimos dois anos e quatros meses na sombra do atual prefeito Célio de Oliveira (sem partido). Não à toa, que a administração já está usando o poder da máquina pública para promovê-lo.

Vide as fotos enviadas pela Secretaria de Comunicação à imprensa local.

Além disso, aproveitarão os recursos que deve entrar, no cofre da prefeitura, com a venda dos terrenos para investir em obras e serviços visíveis a população – como o recape asfáltico, reforma de creches e unidades de saúde, tentando criar imagem de administrador.

Contudo, dentro da prefeitura Feltrin é conhecido como secretário fraco, sem poder de decisão e “esquentadinho”. Vejamos:

Em tese, a Secretaria de Governo e Gerência da Cidade deveria ser o órgão que coordena todos os projetos de grande impacto, visto que, demanda quase sempre do envolvimento de mais de uma secretaria, mas, que nas mãos do Feltrin ficam emperradas por muito tempo e são desenroladas quando sai de sua mesa.

Já a demissão da Mayra Rosa da Chefia Administrativa e Financeira da Emurpe foi feita pelo Secretário de Finanças, Ênio Cesar Almeida. É de praxe que demissões de cargo comissionados do primeiro escalão sejam realizados pelo chefe do executivo e na sua ausência o secretário de governo (neste caso também o atual vice-prefeito), entretanto, se absteve de fazê-lo.

E durante uma reunião dos servidores públicos com a administração, Feltrin completamente descontrolado esbravejou, gritou e insultou diversos membros da diretoria. Neste episódio, mostrou-se o destempero e falta de preparado para lhe dar com o contraditório.

E será justamente essas e outras questões que a população ficará ainda mais de olho para entender se Feltrin está preparado para o cargo ou não.

“FELTRIN ARTICULADOR”

Já o “Feltrin Articulador” mostra-se confuso. Ele não esconde de ninguém sua aproximação com o prefeito João Luís dos Santos (PT), circulando nos bastidores da política que Feltrin teria proposto se filiar a um partido mais de esquerda para obter o apoio dos petistas.

Todavia, na outra ponta, sonha com o apoio do PSDB e do político Benone Soares de Queiroz Júnior como candidato a vice-prefeito. Porém, também nos bastidores, já havia escutado que para começar algum tipo de conversa teria que romper com Célio – seu fiador político.

Feltrin e seu fiador tentam agora a terceira cartada – quebrar a tríade montada no Governo do Estado e possivelmente replicada em algumas cidades – a coligação PSDB/DEM/PSD. Aqui a corda mais fraca seria o DEM do vereador Nardão Sacomani, que não esconde de ninguém o desejo de ser candidato a vice-prefeito.

Nardão inclusive disse durante sessão da Câmara que as portas estariam sempre abertas ao prefeito Célio de Oliveira. A possibilidade de Célio se filiar teria duas conjecturas. De tentar esfriar os ânimos com o Governo do Estado e de desarticular o grupo que possivelmente apoiará Caíque Rossi.

Mas, quando o Rodrigo Garcia souber, que o candidato do MDB que seu presidente municipal, isto é, Nardão Sacomani deseja possivelmente apoiar, também pleiteia o apoio dos petistas, irá intervir para recolocar os Democratas nos trilhos da direita, podendo inclusive, o Nardão perder espaço e sair.

Então, a sua opinião sobre a possível candidatura de Carlos Alberto Feltrin?

Dentro de casa, Célio vê Dilador ser exaltado pelo Governo do Estado

Durante a assinatura do convênio que autorizou a construção da rotatória da Bonolat, com investimento de mais de R$ 3,7 milhões, o prefeito Célio de Oliveira (sem partido), viu o chefe do poder executivo araçatubense, Dilador Borges (PSDB), ser exaltado pelo Governo do Estado de São Paulo.

Primeiro com o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, que teceu elogios ao mandatário de Araçatuba.

“O Dilador é um grande prefeito, fazendo um trabalho fundamental no município de Araçatuba, com toda nossa confiança, trabalho e parceria com o Governo do Estado de São Paulo. Dilador parabéns pelo seu trabalho. Conta com a gente. Conta com o governo do Estado de São Paulo e hoje o Rodrigo Garcia vai fazer um anúncio importante para mais investimentos para o município de Araçatuba”.

Depois pelo próprio governador em exercício, Rodrigo Garcia (DEM), que disse estar do lado de Dilador Borges.

“Quero começar a turma de prefeitos, uma turma do bem que está aqui nos prestigiando. A começar pelo Dilador de Araçatuba. Dilador você é uma referência moral. Amigo de todos nós. A vida pública nos dá dissabores, mas também, nos dá bastante alegria e no final do dia a gente põe tudo na balança e vale muito a pena quando a alma não é pequena. Fique tranquilo, nós estamos do seu lado”.

Antes do pronunciamento, Garcia havia liberado mais de R$ 5 milhões para obras de infraestrutura urbana para o município de Araçatuba.

PERSEGUIÇÃO

O Secretário Marco Vinholi durante seu discurso de que o governo paulista não trabalha com perseguições políticas e trata todos os municípios de forma republicana.

“Hoje a gente vem aqui com espírito público, sem perseguir Célio qualquer tipo de atuação política que tenha sido contrária no momento eleitoral e fazendo aquilo que a eleição determinou para que o governador João Doria fizesse, tratando de forma republicana e séria todos os municípios do Estado de São Paulo”.

E o resumo do dia está em uma foto:

Foto: Robinson Texeira

Foto: Robinson Teixeira

Penápolis recebe vice-governador Rodrigo Garcia nesta quinta-feira

O vice-governador do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, estará em Penápolis nesta quinta-feira (29). A visita oficial é para assinar o convênio de construção da rotatória da Bonolat, na Rodovia Arnaldo Covolan. O evento está previsto para começar às 11h.

As obras para a construção da rotatória estão orçadas em R$ 3,7 milhões. Para sua efetivação serão investidos R$ 2,6 milhões do Governo de São Paulo, R$ 400 mil da empresa Asperbras Alimentos, e R$ 700 mil do município.

Segundo a nota da Prefeitura de Penápolis, a obra é necessária para o início das atividades da indústria de laticínios Bonolat, pois garantirá a segurança dos motoristas na região, facilitando a entrada de insumos e o escoamento da produção.

apoie o jornalismo independente