fbpx

Legendas municipais preparam estratégias para alcançar eleitorado

PSDB e PT buscam no trabalho das equipes dos candidatos ao legislativo alçar votos aos majoritários; Já o PSB faz um trabalho de voto a voto, o famoso boca a boca
Benoninho disse que campanha de Geraldo Alckmin está consolidada no município de Penápolis; Já João Baptista aposta na campanha boca a boca para eleger Marina Silva e; Evandro salienta que campanha para os majoritários passa pelas candidaturas ao legislativo
Na noite dessa sexta-feira (26), o instituto Datafolha publicou nova pesquisa sobre a corrida eleitoral que elegerá o próximo governador do estado de São Paulo e o próximo Presidente da República. 
A presidente Dilma Rousseff (PT), figura na primeira colocação com 40% das intenções de votos, seguidos pela candidata do PSB, Marina Silva com 27% e de Aécio Neves (PSDB) com apenas 18%. 
Já no estado de São Paulo, se as eleições fossem Geraldo Alckmin (PSDB) venceria as eleições no primeiro turno com 51% dos votos válidos. Paulo Skaf (PMDB), vem bem atrás com 22% e em terceiro Alexandre Padilha (PT) com apenas 9%. 
A exatos uma semana do pleito, o INTERIOR entrevistou os dirigentes municipais das legendas para saber quais as principais estratégias para alcançar o eleitorado penapolense. 
Para o presidente do PSDB, o ex-vice-prefeito Benone Soares de Queiroz Júnior, o Benoninho, desde o começo da campanha, quando o partido se reuniu ficou decidido que não haveria um comitê central para as campanhas majoritárias do partido. 
Segundo ele, é melhor estrategicamente que o partido e os candidatos tenham comitês menores, mas que façam o trabalho focalizado para todos os candidatos. 
“Entendemos que seria melhor mesmo que tivéssemos comitês dos candidatos a deputados estadual e federal e junto deles pudéssemos fazer uma campanha focada para o governador Geraldo Alckmin e para presidente Aécio Neves”, comenta. 
De acordo com o PSDB local todo o material que chegou dos majoritários foram entregues nos três comitês existentes na cidade e sua distribuição está sendo feita via equipes de campanha dos candidatos ao legislativo. 
Benoninho comentou ainda que no inicio desse mês teve acesso a uma pesquisa interna do partido onde foram levantados dados no município de Penápolis sobre a corrida para ocupar o Palácio dos Bandeirantes. Segundo as informações, o atual governador os resultados são animadores. “Isso demonstra o bom trabalho que o governador Geraldo Alckmin realizou na cidade e na região”. 
PSB
Já no PSB (Partido Socialista Brasileiro) de Marina Silva que ocupa a segunda colocação nas pesquisas, o trabalho de divulgação chega ser inexistente. 
De acordo com o presidente da sigla na cidade, o médico oftalmologista, João Baptista de Souza Júnior, após a morte do presidenciável Eduardo Campos, o partido teve que refazer todos os materiais após a confirmação de Marina no pleito. 
“Somente agora faltando pouco mais de uma semana para as eleições é que chegou o material de campanha”. 
De acordo com o presidente, o partido local não se reuniu para decidir sobre a instalação de um comitê de campanha do majoritário. 
“O nosso trabalho é bem pequeno, conversando boca a boca e mesmo assim conseguimos analisar que o partido e a Marina estão tendo uma boa aceitação do povo penapolense”. 
PT
Já o Partido dos Trabalhadores montou sua estratégia diferente do PSDB e centralizou em um comitê central. 
“Nós recebemos de empréstimo a casa de um companheiro nosso para fazermos dele o nosso ponto de encontro e decisões”, comenta o presidente do partido, Evandro Moreira. 
O comitê está servido para distribuir material dos candidatos majoritários, mas também para traçar estratégias de campanha para os candidatos ao legislativo. “Temos 6 dobradinhas estadual/federal que nos possibilitou montar equipes de trabalho que percorre toda a cidade. Diariamente nós traçamos quais bairros iremos andar, para não ir duas equipes para o mesmo local”, disse. 
Já para o vice-presidente da legenda, Adão Rodrigues da Silva, a falta de atuação no interior, principalmente, do candidato a governo do Estado Alexandre Padilha, fez com que ele não subisse nas pesquisas. “Nossa região tem 1 milhão de votos e mesmo assim a coordenação trouxe ele apenas agora a poucos dias da eleição”, finaliza. 

COMUNICADO OFICIAL

Diante do avassalador mercado que dita regra nos jornais brasileiros e que aniquila a liberdade de expressão de jornalistas por todo o país, novamente saímos derrotados.
Nas últimas duas semanas, a força opressora desse mercado quis botar em xeque o que nos é de mais precioso – o direito a informação. A isso, não me renderei e saio de cabeça erguida à frente do bom trabalho que exerci durante esses cinco meses assinando as colunas “Sumeriando” e agora recentemente o “Blog do Faria”.
Não me sinto mais motivado a escrever sabendo que trechos ou capítulos inteiros de meus escritos serão avaliados pelo dedo inquisidor do mercado regulador.  
Perante a essas fatos, comunico oficialmente o meu desligamento como colunista semanal do Jornal Regional.
Deixando lá, amigos que reencontrei [Tatá], amigos que pude fortalecer ainda mais nossa amizade [Ivan] e amigos que me deram a primeira oportunidade de mostrar meu trabalho [Tinho, Ângela e Ronnan].
Mas continuarei, por enquanto, escrevendo e dando meus pitacos apenas no Blog do Faria na internet, no endereço: www.ricardofaria.com.br.

Inspirações para 2014

No último dia de 2013 e véspera de meus 32 anos sinto-me realizado. 
Este ano, assumi com muita responsabilidade a presidência do Conselho Municipal de Juventude, que conseguiu colocar com muita galhardia as PPJs no centro das discussões municipais. 
Participei da imersão do Imagina na Copa e que me trouxe um fôlego de ânimo para que eu pudesse realizar todos os meus sonhos, principalmente, os coletivos né? Aliás, por mais incrível que pareça não realizamos nada sozinhos. Posso dizer sem medo de errar que Mariana, Fernanda, Mariana e Tiago foram as pessoas que me inspiraram.
Conheci pessoas que logo se tornaram amigos. Outros que saíram por algum motivo. E outros que reencontramos quase no findar do ano e percebemos que nada mudou né Gisele? 
Vi centenas de jovens indo num sábado de manhã as ruas para protestar e aumentar o coro de descontentamento com os governos. E sempre que sentirmos a necessidade voltaremos soltando a voz “VemPraRua“.
De todos meus sonhos pude realizar dois. 
O primeiro, foi trabalhar no que mais amo de fazer – Educomunicação. Obrigado Maria Horacilia e Marilia por me proporcionar a chance de trabalhar com jovens tão interessados como os de Barbosa.
E o segundo e não menos importante foi ter a confiança do Tinho para poder assinar a uma coluna semanalmente no Jornal Regional. 
E agora para iniciar o ano bem, reformulei meu blog pessoal www.ricardofaria.blogspot.com.br, que agora chamará Sonho de Igualdade – nome do meu primeiro blog e que trará todos os textos das minhas peripécias em 2014. 
Agora a poucas horas, só posso desejar que em 2014 seja repleto de paz, saúde e muita harmonia. 
Deus nos abençoe!

Retrospectiva 2011

Amig@s, 

Chegamos no último dia do ano, o famoso 365º dia do calendário gregoriano. E com ele as analises dos outros 364 dias. 2011 ficará na minha história como o ano que mais produzi. Este ano ajudei a realizar três fóruns paulista de juventude, várias conferências municipais, outras tantas regionais e o mais gratificante foi poder fazer parte da COE SP (Comissão Organizadora Estadual do Estado de São Paulo), pude conviver com grandes pessoas, que me ensinou muito sobre articulação política e de como honrar o que foi acordado. Para nós da comissão a vitória mais comemorada e que nos lavou a alma, foi a aprovação da forma de votação regionalizada durante a 2ª Conferência Estadual de Juventude. Foi a mostra que o que construímos no Estado de SP é o caminho correto para que nós possamos num futuro bem próximo chegar nos 465 municípios que compõem no Estado com a verdadeira Política Pública de Juventude. 

Foi também um ano maravilhoso na faculdade. Pudemos este ano, sentir na pele e na prática, um pouquinho do que nos espera no mercado de trabalho. No começo do ano produzimos um radiojornal que ficou muito bom. Tive participação ativa na construção editando as matérias, bem como, apresentando-o. No segundo semestre, foi a vez que viajar nas ondas do Telejornal, fizemos duas edições, na primeira produzi a entrevista em estúdio e no segundo fui para “rua” atrás da matéria sobre as dificuldades dos alunos que moram fora da cidade de Araçatuba, que também é o meu caso. Foram histórias muito engraçadas, outras nem tanto mas no final saiu um produto bem bacana.


Mas para mim, a coroação do ano la na faculdade foi a criação do jornal laboratório com o apoio de minha amiga Prof.ª Ms. Ana Paula Saab, que junto com toda a turma de jornalismo, editamos o jornal GAZETEIRO, o nome foi uma indicação minha e aprovada em regime de votação em sala de aula, como prêmio ganhei a chance de escrever o Editorial da edição. 

https://www.youblisher.com/p/201649-GAZETEIRO-1-Edicao-2011/


Muitas outras coisas aconteceram durante este ano, minha desfiliação do PV e a filiação ao PSB. Junto com isso a oportunidade de montar uma plataforma de jovens politizados que desejam mudar a cidade, o estado e o país, com uma proposta nova e sem vícios que estes coronéis impõem da velha política. 


Tive também a oportunidade de ter trabalhado em Birigui e de ter conhecido uma turma muito bacana! Obrigado a todos aqueles que trabalharam direta e indiretamente em prol de um Projeto Guri forte e eficaz na cidade. A cidade me lembra outra grande momento em 2011, minhas conquistas na área amorosa, foram duas mulheres que me ensinaram muito o que é ser feliz, A Lucinéia e a Tatiane Moreno, a última foi muito especial pena que acabou!

Em resumo, pude viver intensamente o ano de 2011 e quem sabe neste ano de 2012 que entra, possa comemorar ainda mais. Finalizando meu curso de jornalismo e quem sabe realizando um outro sonho [que em brave contarei oficialmente e pedirei o apoio de todos vocês para concretizá-lo.] E por enquanto na agenda de 2012, terei o casamento de mais um irmão na fé, Celsinho Moraes, lá na terrinha de uma outra amiga que amo, Cristiane Barbosa. 

Então até 2012. 

apoie o jornalismo independente